banner

Córdoba, Espanha – o que ver em 1 dia

O que em Córdoba em 1 dia

A charmosa cidade de Córdoba, na região da Andaluzia na Espanha é muito conhecida pela sua famosa Mesquita-Catedral que realmente faz juz à fama. Passamos 1 dia na cidade e vimos muito além da catedral, porque a cidade tem outros lugares a serem visitados que completam o dia com louvor.

Um pouco sobre a história da cidade

Córdoba já foi a cidade mais populosa do mundo em meados do ano 1.000 com quase 500.000 habitantes e uma das primeiras a ter iluminação pública, isso por ser a cidade mais importante a oeste de Constantinopla.

Criada por muçulmanos, judeus e cristãos, a cidade com o passar do tempo se tornava cada vez mais parecida com as cidades de Constantinopla e Cairo.

Centro histórico de Córdoba

Essa influência é muito visível não só na Mesquita-Catedral mas no bairro conhecido como Barrio de la Judería com suas ruas cobertas por paralelepípedos milenares. Era a região onde moravam os judeus e árabes que foram expulsos por Fernando III de Leão e Castela.

Paralelepípedos das ruas de Córdoba

Já foi a capital da Al-Andalus (Andaluzia) mas perdeu essa condição para Sevilha no séc. XII, foi quando iniciou a queda do prestígio da cidade.

O centro histórico recebeu o status de Patrimônio Mundial da UNESCO em 1984 e mais tarde o título se estendeu à Mesquita-Catedral.

⇒ Leia também Palácio de Versalhes. Patrimônio UNESCO com louvor 

Como dá pra perceber, Córdoba tem muita história contada através de suas ruas, prédios, culinária e seu povo.

Como chegar

Córdoba fica a cerca de 390 km de Madrid, numa viagem de carro o trajeto é feito em mais ou menos 4 horas, de trem leva menos de 2 horas e essa foi nossa opção.

Pegamos o trem no começo da manhã na estação de Atocha em Madrid e 1:50h depois estávamos em Córdoba.

Fomos apenas com uma mochila pequena cada um porque de lá seguiríamos para Sevilha no final da tarde.

Pagamos 75,20 euros por 2 passagens na categoria turística.

⇒Leia também Quanto custa viajar para a Europa a dois

A estação de Córdoba é muito boa, sinalizada e muito limpa.

Estação de trem de Córdoba

Entrada principal da estação de Córdoba

Olhamos no aplicativo do celular e vimos que para o centro histórico seriam 20 minutos de caminhada, saímos da estação, seguimos para a Av. de la República Argentina que fica à direita da estação e fomos na direção de nosso destino.

O que ver

Nossa intenção era conhecer o centro histórico e claro que a famosa Mesquita-Catedral e a Ponte Romana. De resto, iríamos entrar nas ruas que nos chamassem atenção e desvendar Córdoba a nosso modo.

Durante nossa caminhada da estação, fomos passando pelos jardins que separam essa avenida do Paseo de la Victoria. E já fomos parando e aproveitando o começo da manhã que o calor ainda estava acanhado.

Jardins pelo caminho

Há bancos por todos os lados dos jardins, muitas árvores, palmeiras, algumas fontes de água e pessoas de todas as idades passando de um lado pra o outro e crianças brincando.

Córdoba

Mercado Victoria

Quando passávamos pela praça entre o Paseo de la Victoria e Av. de la República Argentina vimos um lugar bem charmoso no meio dos jardins, resolvemos entrar para conhecer já que estava ainda bem tranquilo porque ainda estava abrindo.

E na hora que entramos reconheci que havia assistido a um programa do Diário de Olivier Anquier quando ele estava gravando uma temporada na Espanha.

Demos uma volta mas praticamente todos os estabelecimentos estavam fechados com exceção de uma cafeteria. Resolvemos tomar um café antes de seguirmos nossa caminhada e saímos de lá programando pararmos na volta.

Mercado Victoria em Córdoba

O mercado é uma graça, são vários bares e restaurantes com os mais variados tipos de alimentos. Mas como adoramos mercados, os detalhes estarão num outro post :).

Ainda pelos jardins, onde atravessamos o Paseo de la Victoria, passamos pelo Maussoleo Romano, é citado nos guias mas sinceramente não vimos nada de mais.

Centro histórico

Temos uma queda por cidades que têm centro histórico e uma coisa que adoramos é caminhar sem destino pelas ruas observando os detalhes que eles sempre trazem. Colocamos a catedral como nosso destino no aplicativo e fomos seguindo com calma aproveitando tudo que Córdoba nos oferecia.

Centro histórico de Córdoba

As ruas são estreitas, muitas casas e prédios brancos por todos os lados, portas e janelas maravilhosas e muita história contada através delas. E nos encantamos…

Ruas do centro histórico de Córdoba

Lojas de souvenirs

Encontramos muitas lojas de souvenirs, mas percebemos que nelas eram vendidas muitas peças artesanais e da cultura local. O colorido era lindo e as opções pra lá de encantadoras. Aí bateu aquele arrependimento de estarmos apenas com uma pequena mochila nas costas.

Loja de souvenirs em Córdoba

Loja de souvenirs em Córdoba

Mesquita-Catedral

Foi fácil identificar que estávamos nos aproximando da atração principal de Córdoba, identificamos vários turistas e grupos de excursões caminhando na mesma direção e lá estava o grande paredão que circunda a Mesquita-Catedral.

São várias entradas de acesso ao pátio interno – Patio de los Naranjos – onde fica um grande jardim e a bilheteria para venda de ingressos.

Mesquita-catedral de Córdoba

Compramos os ingressos – 10 euros por pessoa – e ficamos um tempo pelos jardins até entrarmos, há muito o que se ver nele.

Pátio interno da catedral de Córdoba

Para entrar passamos por uma revista, tivemos que abrir as bolsas e tirarmos os chapéus.

E nos deparamos com uma imensidão que nos deixou boquiabertos. A mistura dos estilos arquitetônicos islâmicos, helenísticos, romanos e bizantinos tornou o interior daquela que já foi uma a Basílica Cristã de São Vicente Mártir, uma construção difícil de classificar.

Já havíamos visto fotos e assistido a vídeos mas nada se compara a estar lá dentro. Além do tamanho, a distribuição dos altares, capelas, o teto, o piso, as luminárias, tudo é grandioso e único.

Interior da mesquita-catedral de Córdoba

Interior da Mesquita-Catedral

Quando pensávamos que estávamos chegando ao fim, víamos mais um lugar para entrarmos, mais um altar, mais uma capela.

Altar da mesquita-catedral em Córdoba

Pode-se subir a Torre do Campanário, não subimos porque ficamos muito tempo dentro da catedral, preferimos caminhar mais pela cidade. O ingresso para subir custa 2 euros.

E pela quantidade de detalhes e história pra contar sobre essa catedral, dedicaremos um post exclusivo a ela.

Calleja de las Flores

É uma ruazinha sem saída que tem uma pequena praça no final. Os vasos que adornam as paredes dos prédios dos dois lados da ruela foram colocados na década de 50 quando a rua começou a se tornar um ícone da cidade.

Está no roteiro de 100 entre 100 turistas que visitam Córdoba. Chegamos nela e tivemos que esperar um pouco para entrarmos porque havia um grupo grande que estava saindo. O melhor é entrar em fila indiana para ajudar o fluxo de gente.

Calleja de las Flores em Córdoba

Calleja de las Flores

Para chegar, entre na calle de Velázquez Bosco, não tem como errar porque a ruela é sinalizada.

Calleja de las Flores em Córdoba

Porta da Ponte

Para chegar à ponte vindo do Bairro da Catedral é preciso passar por essa porta também chamada por alguns cordobeses de Arco do Triunfo. Foi construída em 1572.

Arcos da Ponte Romana

Vista da ponte

Arco de entrada da Ponte Romana em Córdoba

Vista de quem entra na ponte

Ponte Romana

Também conhecida como a Ponte Velha, une o Bairro da Catedral ao Campo da Verdade, foi construída em 206 a.c. Sua estrutura possui 16 arcos ao longo de 331 metros de extensão, fica sobre o Rio Guadalquivir.

Ponte Romana em Córdoba

Passou por várias reformas, em 2006 foi fechada por um tempo para restauração e foi reaberta em 2008.

Ponte Romana em Córdoba

Monumento de San Rafael

Fica no centro da ponte e chama atenção pelas rosas vermelhas e velas acesas.

Torre de la Calahorra ou Museo Vivo de Al-Andalus

De origem islâmica, a torre foi construída como porta de proteção da cidade e sua aparência atual é do séc. XIV. O nome Calahorra vem do árabe qalát al-hurriya que significa fortaleza livre.

Foi declarada Monumento Histórico Artístico e faz parte da área declarada como Patrimônio da Humanidade.

Traz uma viagem pela história e cultura da Andaluzia através da ciência, música e personagens da época.

Torre de la Calahorra em Córdoba

Ingressos: € 4,50

Horários: de 1º de outubro a 30 de abril das 10:00h às 18:00h e de 1º de maio a 30 de setembro das 10:00h às 14:00h e das 16:30h às 20:30h.

Alcázar de los Reyes Cristianos

Chegamos ao portão que fica na rua às margens do Rio Guadalquivir e estava fechado. Voltamos e chegamos a essa praça onde há um portão de acesso mas estava fechado também.

Foi uma pena porque queríamos muito conhecer esse prédio histórico que tem como ponto alto os maravilhosos jardins internos. Como não entramos não temos fotos mas não poderíamos deixar de comentar e deixar a dica para quem for à Cordoba.

Onde comer

Como já comentamos no começo desse post, paramos no Mercado Victoria para um lanche rápido. E como programamos, voltamos e paramos nele antes de seguirmos para a estação. Mas durante nosso passeio pelo centro histórico entramos num restaurante bem charmoso e comemos umas tapas e bebemos sangria porque o calor estava grande e a fome apertou.

Vamos às nossas dicas de onde comer em Córdoba, todos com preços bons e comida gostosa.

Panea no Mercado Victoria

Uma cafeteria bem charmosinha que tem uma excelente variedade de bolos, pães, doces e salgados além de cafés para todos os gostos.

Café no Mercado Victoria em Córdoba

Tem mesas na parte de dentro e fora nos jardins.

Parte interna do Panea em Córdoba

Nós optamos pelo jardim já que o calor ainda não havia chegado. Pedimos cafés e um doce maravilhoso que me lembrou muito o Napoleón francês. Pagamos € 11 por 2 capuccinos e pelo doce.

Onde comer em Córdoba

Taberna & Vinoteca Ordoñez

Entre uma ruela e outra a fome apareceu, passamos por esse restaurante que nos chamou atenção e resolvemos entrar.

Onde comer em Córdoba

Tinha mesas no lado de fora e no salão principal, como estava um calor daqueles, preferimos entrar porque o ambiente era climatizado.

A taberna é um charme, uma decoração leve, clara, um ambiente que lembra a sala da casa da vovó. Luminárias artesanais penduradas, cadeiras em madeira rebuscadas, vários jamóns pendurados o que deixava um cheiro delicioso de defumado no ar.

Onde comer em Córdoba

Eu bebi sangria – € 3,50 e Ricardo cerveja – € 4,70. Para comer pedimos Gazpacho – que só está disponível no cardápio no verão – € 4 e depois Papas de la casa que é uma tapa com batatas cozidas, ovos mexidos e jamón – € 13.

Onde comer em Córdoba

Endereço: Calle Medina y Corella, 1

Mais informações: tabernavinoteca.com

The Beer Experience

Voltanto ao Mercado Victoria como pretendíamos, escolhemos o The Beer Experience, pedimos uma Tabla Verbena€ 8,80 e vinho branco – € 3 a taça. Estava uma delícia e o vinho bem friozinho.

Onde comer em Córdoba

Vários tipos de peixes servidos sobre umas torradas bem sequinhas

Havia várias opções de tábuas como essa, escolhemos de peixe por ser mais leves já que iríamos pegar um trem para Sevilha.

Endereço: Paseo de la Victoria

Mais informações: mercadovictoria.com 

Mercado Lamarquesa

O nome completo é Food Market los patios de Lamarquesa. Entramos depois de termos almoçado na Ordoñez Taberna. Esse mercado é uma graça, são vários restaurantes das mais variadas especialidades. Vimos que são vários ambientes independentes e cada um com sua decoração.

Apesar de não termos sentado em nenhuma mesa, achamos tão charmoso que merecia ser mencionado aqui para quem for à Córdoba.

Onde comer em Córdoba

Mercado Lamarquesa em Córdoba

Endereço: Calle Manríquez, 4

Mais informações: lospatiosdelamarquesa.com

Passear pelas ruas do centro histórico com calma, observar as particularidades de cada prédio, casa, as lojinhas de souvenirs, os vários restaurantes com uma culinária muito variada e deliciosa proporcionaram um ótimo passeio de 1 dia em Córdoba.

Roteiro de 1 dia com Córdoba com dicas de como chegar, o que ver e onde comer

E para acompanhar nossas viagens, nos siga no Facebook,  Instagramtwitter,  YouTube, Pinterest e no Google+.

Para programar sua viagem, veja o que você pode fazer sem sair aqui do blog

Reservar hotel pelo Booking;  Comprar seu seguro viagem com a Seguros PromoAlugar seu carro com a RentCars; Comprar seu chip pré-pago para os EUA e Europa na Easy Sim 4U e fazer câmbio na MelhorCâmbio.


Tags:
· · · · ·
Categorias:
Espanha 🇪🇸 · Onde fui

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Guia Para Viajar por Conta Própria

Receba agora gratuitamente em seu email o
eBook "Como Tornar Possível Aquela Viagem
dos Seus Sonhos".

✔️  Como Escolher o Destino da sua Viagem;

✔️  Quando Comprar Suas Passagens;

✔️  Como Reservar Seu Hotel;

✔️  Como Montar um Roteiro de Viagem...

You have Successfully Subscribed!

Pin It on Pinterest

Share This
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
Menu Title