Quando eu (Cynara) estava planejando uma viagem surpresa para Ricardo um tempo atrás, Marrocos foi o primeiro destino que veio à minha cabeça, quero muito conhecer e pensei em irmos, mas como não teria muito tempo para planejar, escolhi San Andrés na ocasião e foi uma viagem maravilhosa.

⇒ Leia tudo sobre essa viagem no post San Andrés – Post índice

Fico de olho nas postagens de pessoas conhecidas (virtualmente falando também) e quando vejo fotos do Marrocos fico babando e a vontade de conhecer aflora na hora. Foi assim que consegui esse relato sobre esse destino que está no topo da minha Wish List de viagem.

Quem conta tudo sobre uma viagem de mãe e filho para Marrocos é Lucimar, uma amiga que deixou de ser virtual num encontro em Las Vegas acredita? Pois é, nos conhecemos num grupo de viagem no Facebook e desvirtualizamos  quando estávamos coincidentemente em Las Vegas no mesmo dia!

ALUGUEL DE CARRO PARCELADO EM ATÉ 12X NO CARTÃO OU DESCONTO DE 5% NO BOLETO

No site da RentCars, você pode alugar um carro e pagar parcelado em reais ou se preferir, ter 5% de desconto para pagamento via boleto.

Conta todos os segredos dessa viagem Lu, acompanhei pelas redes sociais e vi que foi perfeita :).

Destino: Marrocos

Período: Janeiro de 2019

Um pouco sobre a viajante

Lucimar Ventorim Cellin, arquiteta, capixaba de 54 anos que ama viajar e faz uns 15 anos viajo com meu filho todo fim de ano. Hoje ele tem 22 anos.

1 – O que levou você a escolher esse destino de viagem?

Léo, meu filho, sugeriu algo novo nessas férias…”fora da caixinha”: Egito, Turquia ou Marrocos. Topei e escolhemos Marrocos e junto escolhi Espanha para aumentar um pouco nossos dias juntos, já que daqui a pouco estará trabalhando ou em outra vibe sem querer curtir viagem com mãe!!rss

2 – Como era composto o grupo de viajantes? Quantas pessoas, idades…

Marrocos sozinhos nem cogitei pela falta de informações que temos e então pesquisando em blogs de viagens, achei Flávia do blog Viajando por aí que tinha ido há pouco tempo e programou tudo com uma brasileira.

A Paula, a brasileira de Manaus tem programações no Marrocos (Uma brasileira no Marrocos) e formou um grupo com mais oito pessoas do Brasil (de norte a sul) e fizemos o pacote de 10 dias passando por várias cidades.

As pessoas tinham idades entre 22 2 54 anos, profissões e procedências diferentes, mas nos entrosamos tanto e tão bem que a viagem deixou muitas boas lembranças. Éramos sete mulheres e três homens.

3 –  Como foi o roteiro de vocês? Quantos dias, cidades visitadas.

Foram 10 dias, passamos por Casablanca, Rabat, Chefchaouen, Meknes, Fes, Ifrane, deserto de Merzoug, Rissani, Erfoud, Gargantas do Todra, Ouarzazate e Marrakesh.

Aeroporto no Marrocos

HOTÉIS COM MELHOR PREÇO E AINDA CANCELAMENTO GRATUITO

No Booking.com você encontra as melhores opções de hotéis com garantia do melhor preço e ainda com opção de cancelamento gratuito. Use nosso link e garanta sua reserva.

Vamos à nossa viagem pelo Marrocos

Fui de TAP de Vitória x BH x Lisboa e de lá para Casablanca. O restante do grupo foi de Royal Air Maroc. No aeroporto ainda trocamos 100 euros por diharm e depois trocávamos à medida que precisávamos em outras cidades.

No dia seguinte para começarmos nosso tour. Em cada cidade tínhamos um guia local falando português para nos guiar e aproveitarmos melhor as atrações. Em algumas estavam incluídos jantar, em todas tínhamos café da manhã e todas hospedagens incluídas, desde hotel a riads ou a linda cabana no deserto do Sahara, onde dormimos por uma noite. Experiência incrível e indescritível!

Casablanca

Quando chegamos em Casablanca fizemos o primeiro dia sozinhos, pois chegamos um dia antes de todo grupo. Passeamos onde queríamos, inclusive a Mesquita Hassan II, única que não-mulçumanos podem entrar e encontramos com a Paula e o Mustafá, marroquino que fala português e esteve conosco em toda viagem junto com Ibrahim o motorista também marroquino que tentava aprender nossa língua.

Encontramos com o grupo à noite para um jantar. Nos hospedamos  no Hotel Maamoura (que não gostei).

Rabat e Chaefchaouen

No dia seguinte seguimos por Rabat onde fizemos uma parada na Torre Hassan II para chegar na linda cidade azul  Chefchaouen onde dormimos.

Torre Hassan II

Ameiii essa cidade, ficaria uma noite a mais com certeza.

Nosso hotel foi o Riad Assilah e foi muito diferente estar em um riad.

Passeamos à tardinha e pela manhã andamos nas ruas de Chefchaouen para conhecer a cidade (muitas fotinhas nas casinhas coloridas!), depois viajamos para Meknes antes de seguir para Fes.

Meknes

No caminho paramos para visitarmos as ruínas romanas de Volubilis e de lá chegar em Meknes, também chamada de “cidade de cem minaretes” devido à enorme densidade de mesquitas.

Fizemos uma visita rápida ao portão Bab Masour el Aleuj que é o acesso mais importante a cidade. Foi construído em 1732 eé o maior não só no Marrocos mas também no norte da África.

Fes

Pernoitamos em Fes no Riad Tafilalet.

Riad Tafilalet

Depois do café da manhã saímos com o guia local para uma aula de história e volta no tempo para conhecermos a cidade, o maravilhoso Palácio Real e seus jardins com tamareiras que visitamos só por fora (não pode entrar), a fortificação portuguesa (1586), andar na Medina, ver a universidade mais antiga no mundo que ainda existe, os curtumes, o bairro das olarias (onde visitamos uma fábrica de cerâmica artesanal feita com cacos), lojas de lenços e tapetes dentro da Medina onde também almoçamos.

Jardim do Palácio Real com nosso guia

Pelo deserto

Hora de ir em direção ao deserto…Cada paisagem maravilhosa. No caminho uma parada para conhecer a praça da “Suiça Marroquina”, Ifrane porque é uma cidade situada numa montanha, que fica a 1600 metros de altitude e tomar um cappuccino para espantar o frio e seguindo. Paramos no Parque Natural de Ifrane que fica no Médio Atlas, ficamos frente-a-frente com os macacos, dizem que são os únicos macacos em liberdade que podem ser observados na Europa.

Erfoud

Continuamos para Erfoud com uma série de paisagens diferentes até chegar nas dunas de Merzouga (Erg Chebbi).

Antes de dormir no deserto propriamente dito, ficamos no Riad Nezha com uma recepção linda com cantoria dos marroquinos e uma rincadeira entre nós após o jantar. Foi muito diferente e ficou marcado!! Um frio de doer mas ele ainda viria mais forte na noite do deserto!!

Riad Nezha

Como chegamos tarde, só no amanhecer vi realmente a beleza externa do lugar onde estávamos hospedados.

Saímos para conhecer o mercado, ver como funciona a cidade e sentir cheiros, ver cores no colorido desse país que me encantou.

Mercados em Marrocos

CHIP PRÉ-PAGO COM PLANO DE DADOS EM MAIS DE 200 PAÍSES COM FRETE GRÁTIS

Saia do Brasil com chip com o plano de dados já no seu celular. Compre aqui e use o código Cantinhodena para ter FRETE GRÁTIS.

Deserto de Merzouga

Olha o cardápio onde almoçamos bem na entrada do deserto de Merzouga.

Roteiro de viagem para Marrocos

 

Depois do almoço fomos visitar uma tribo de nômades bérberes do deserto. Ouvimos umas músicas, tomamos um ché tradicional de menta e era hora de ver as dunas.

 

Agora sim, andar de dromedário por quase duas horas, ver o lindo pôr do sol e dormir no deserto em tendas bérberes no meio das dunas.

Passeio de dromedário pelo deserto do Marrocos

E lá longe vimos onde dormiríamos depois de descer dos dromedários: o lindo Sahara Desert Luxury Camp. Nossas tendas tinham todo conforto que se tem em hotéis. Claro que muitas mantas pois o frio prometia.

Hotel no deserto do Marrocos

Fomos novamente bem recebidos com uma comida bem marroquina e quentinha e após o jantar uma fogueira para cantarmos e/ou ouvirmos as músicas deles e as nossas antes do frio chegar e irmos dormir, pois queríamos ver o sol nascer no dia seguinte.

Fogueira o deserto do Marrocos

Mas dos dez, só três corajosos para levantar naquele frio: eu, filho e a Ana. Mas valeu…lindo!!

Nascer do sol no deserto no Marrocos

Voltamos para o belo café da manhã e depois novamente para os dromedários para a volta até a van que nos aguardava.

Foi inesquecível!!!

Passeio de dromedários pelo deserto do Marrocos

Rissani

Passamos pelo enorme palmeiral de Tafilalet, onde paramos numa loja e nos vestimos com as roupas características deles para fotos e atravessando a cidade de Rissani (antiga capital dos sultões Alaouites e o grande souk do sul) e a cidade de Erfoud para tomarmos a estrada em direção às Gargantas do Todra.

Garganta do Todra

O lugar mais incrível que vi! Um desfiladeiro que chega a ter 200mde altura e 50km de extensão.

Garganta de Torga no Marrocos

Garganta de Todra

Ouarzazate

Chegamos a mais uma cidade – Ouarzazate anoitecendo, cansados, mas a recepção deles nos anima: chá, biscoitinhos para depois vir um belo jantar. Nosso hotel foi o Maison d’Ôtes Dar Farhana. O café da manhã maravilhoso para seguirmos viagem.

Café da manhã de hotel no Marrocos

A cidade foi fundada em 1928, se tornou um centro famoso de filmes nacionais e internacionais, onde fomos conhecer Atlas studios e depois visitamos o Kasbah Ait Benhaddou que é considerado como um patrimônio histórico pelo UNESCO.

Atlas Studio no Marrocos

Atlas Studio

É uma cidade fortificada, ou alcácer, na região de Souss-Massa-Drâa na antiga rota de caravanas entre o Saara e Marrakesh. Situa-se numa colina do sopé do Alto Atlas, fomos com um guia local.

No caminho para Marrakesh através das montanhas do Alto Atlas, a 2.260m de altitude paramos para fotos, pois as estradas são lindas com suas muitas curvas, para almoçar e ver a produção do óleo de argan.

Paisagens pelas estradas no Marrocos

Fabricação de óleo arganel no Marrocos

Fabricação de óleo de arganel no mercado

SEGURO VIAGEM com 5% de desconto usando nosso código CANTINHODENA5

Faça uma cotação do seu seguro viagem para viajar tranquilo e será apresentada uma lista com várias opções para você escolher a que melhor se encaixa às suas necessidades

Marrakesh

Depois de mais um pouco de estrada, chegamos ao nosso último destino – Marrakesh. Ficamos hospedados dentro da Medina no Riad Bijoux.

Hotel em Marrakesh

Deixamos as malas e fomos passear pela famosa praça Jemaa el-Fna ou Djemaa el Fna e seus entornos. Uma loucura mas ao redor dela tem muitos restaurantes e lojinhas. O enjoado (eu não gosto!!) tem que se negociar muito para comprar até um chaveiro…tipo assim, eles te falam um preço x e você se quiser fala quanto quer pagar, podendo até chegar a um terço desse preço e geralmente leva o produto. Só passeei e no máximo, junto com o choro das amigas, comprei óleo de argan, uma bata e umas bolsinhas marroquinas.

Pela manhã passamos por ela para o city tour com guia e parecia outro lugar de tão calmo!!

Praça em Marrakesh

Com a guia fomos conhecendo lugares e história da cidade. Visitamos o Palais da Bahia, vimos a mesquita Koutoubia (não pode entrar se não for muçulmano), visitamos os souks e depois escolhemos um restaurante na praça e almoçamos.

Depois metade do grupo por conta própria (taxi)  fomos conhecer o lindo jardim de Majorelle. Um oásis botânico que pertenceu ao renomado estilista Yves Saint Laurent. 

Jardim de Yves Saint Laure no Marrocos

E para despedida, fomos a um dos muitos cafés na praça Jemaa el-Fna ver o pôr do sol e esperar anoitecer para voltarmos ao riad.

Por do sol no Marrocos

No dia seguinte nossas malas são levadas por um carregador para fora da Medina e um carro nos levou ao aeroporto para seguir minha viagem para Espanha com meu filho que aqui no blog já tem muitas dicas, mas estarei à disposição.

Aeroporto de Marrakesh

Finalizando

Assim terminou essa maravilhosa viagem em ótimas companhias!!! Sem nenhum imprevisto e um custo excelente pois como fomos em um grupo maior e já estavam incluídos os cafés, diárias, transportes e/ou jantar em algumas cidades, não gastamos mais que 800 euros cada um, sem o valor da passagem aérea.

Lucimar Ventorin

Depois de ler seu relato Lucimar fiquei com mais vontade ainda de conhecer Marrocos, achei essa opção de viajar num grupo já formado o ‘pulo do gato’ para conseguir um custo mais baixo e fazer uma viagem com segurança, a meu ver esses foram os segredos para sua viagem com seu filho ter sido inesquecível como você mesma falou.

Muito obrigada por vir aqui nos contar essa experiência maravilhosa, quando planejarmos nossa viagem vou lhe incomodar viu!!!

⇒ Para quem quiser saber como fazer uma viagem para Marrocos sem contratar guias e agência pode dar uma olhada no post do blog Caminhos me levem, eles fizeram um roteiro de quase 3 semana pelo país.

Para salvar no Pinterest

Roteiro de 10 dias no Marrocos

E para acompanhar nossas viagens, nos siga no Facebook,  Instagramtwitter,  YouTube, Pinterest e no Google+.

Para programar sua viagem, veja o que você pode fazer sem sair aqui do blog

Reservar hotel pelo Booking;  Comprar seu seguro viagem com a Seguros PromoAlugar seu carro com a RentCars; Comprar seu chip pré-pago para os EUA e Europa na Easy Sim 4U e fazer câmbio na MelhorCâmbio.