Ir à Sacré Couer e aproveitar para conhecer o charmoso bairro de Montmartre não é aquele passeio para se fazer com pressa, a região merece pelo menos meio período de um dia. Nós esperamos a quarta ida à Paris para subirmos as ladeiras até a igreja e de lá caminharmos pelas ruas que traduzem tão bem o clima parisiense.

Quando usamos ‘subirmos as ladeiras’ é porque optamos por irmos a pé e não usarmos o funicular, mas isso vai de cada um, queríamos caminhar o máximo possível pelas ruas, subir e descer as ladeiras e claro que subir as escadas – longas – para chegarmos ao topo do monte onde fica a tão famosa Igreja do Sagrado Coração – Sacré Couer.

HOTÉIS COM MELHOR PREÇO E AINDA CANCELAMENTO GRATUITO

No Booking.com você encontra as melhores opções de hotéis com garantia do melhor preço e ainda com opção de cancelamento gratuito. Use nosso link e garanta sua reserva.

Como chegar à Sacré Couer

A pé

Nós fomos de metrô até Montmartre, chegamos pela estação de Abbesses – linha verde e fomos caminhando pelas ruas já conhecendo os cantinhos do bairro. Subimos uma escadaria bem longa até o topo do monte onde fica a igreja.

Para situar melhor, vou colocar o mapa com o percurso da estação onde descemos até a Sacré Couer. No mapa aparecerá o caminho para chegar ao funicular e de lá subir para a igreja. Nós seguimos pela Rue Yvonne le Tac e entramos uma Rue Chappe que fica uma rua antes da entrada do funicular.

Pelo funicular

Outra opção é subir pelo funicular que deixa você em frente à igreja, opção para quem não encara as escadas ou está com pouco tempo.

Funicular para Sacré Couer

De trenzinho

Quando chegamos em frente à igreja vimos que havia um trenzinho que fazia um passeio pelas ruas chegando até o alto do monte onde fica a Sacré Couer. Não sabemos de onde ele sai, mas quem tiver interesse pode procurar saberão chegar em Montmartre.

É uma ótima opção para quem estiver com crianças ou tiver receio de andar no funicular.

Trenzinho que leva à Sacré Couer

Caminhos de acesso

Para chegar à igreja há vários caminhos, o que fizemos fica à esquerda da igreja para quem olha de frente porque optamos pela estação de Abbesses, mas pode-se chegar pela frente descendo na estação de Anvers – Linha 2 e sobe pela Rue de Steinkerque que é em frente à praça onde fica a estaçào e chega direto na Square Louise Michel que fica aos pés da igreja.

Fizemos esse caminho no sentido inverso, descemos a escadaria até a praça e de lá descemos para a Rue de Steinkerque e entramos na estação de Anvers.

Pelas ruas de Montmartre

Como planejamos, fomos conhecendo um pouco das ruas do boêmio e famoso bairro que exala cultura, café, charme, estilo de vida e tudo o mais que cada sente e percebe quando passeia por lá.

As ruas são bem arborizadas e cheias de exemplos tradicionais de Paris. A começar pela estação onde descemos, quando saímos lá estava o tão fotografado ícone do estilo art nouveau que tanto marca  Paris.

Estação para chegar à Sacré Couer

E bem ao lado, na Place Abbesses o também muito fotografado muro ou parede, como queriam chamar, com a frase ‘eu te amo’ em mais de 300 idiomas. No dia que fomos estava muito chuvoso e havia uma fila para tirar fotos em frente ao muro, resolvemos seguir nosso passeio sem tirar nossa foto (ficou para a próxima viagem :)), mas meu irmão e minha cunhada – Mariana que escreve aqui de vez em quando – foram lá antes de nós e registraram o muro.

Muro eu te amo em Montmartre

Mari estava grávida de Rosa, nossa sobrinha que foi ‘passar’ o carnaval em Paris dentro da barriga da mãe

CHIP PRÉ-PAGO COM PLANO DE DADOS EM MAIS DE 140 PAÍSES COM FRETE GRÁTIS

Saia do Brasil com chip com o plano de dados já no seu celular. Compre aqui e use o código Cantinhodena para ter FRETE GRÁTIS.

Seguindo pela Rue des Abbesses à direita, lado oposto à Sacré Couer, entre na Rue Lepic número 15 e lá estará o Café Deus Moullins que ficou famoso depois do filme de Amélie Poulain. Quem for fã do filme deve entrar e pelo menos tomar um café, mas quem não fizer questão passa pela frente e tira a foto se achar que merece estar em suas memórias de viagem.

Café Deux Moullins em Montmartre

E já que nosso destino final era a Sacré Couer, voltamos para a Place Abbesses e seguimos pela Rue Yvonne le Tac que vimos no app que nos levaria à igreja.

E assim que entramos nela nos deparamos com uma livraria que nos chamou atenção. A Librarie des Abbesses tinha umas bancadas na calção com vários livros e dentro um encanto…livros de arte, de culinária, biografias e o estilo francês que tanto nos enche os olhos.

Não resistimos, entramos e compramos uns livros que acabamos enviando pelos correios (Le Poste) para Madrid onde a filha de Ricardo mora e que seria nosso último destino naquela viagem. Foi uma coisa inesperada mas que conseguimos improvisar tranquilamente.

⇒ Leia também Quanto custa viajar para a Europa a dois

Librairie des Abbesses em Paris

Continuamos na mesma rua e fomos parando em várias lojas que se intercalam com pequenos cafés, restaurantes e brechós. É uma delícia caminhar pela região sem pressa, aproveitando o astral e clima que resumem tanto Paris. Sabe a sensação de que estamos numa maquete da cidade que tem vida?

⇒ Uma curiosidade, Montmartre era um vilarejo independente e só começou a fazer parte da cidade de Paris em 1860.

Pelas ruas de Montmartre

Até que chegamos na entrada da Rue Chappe e resolvemos entrar para subirmos uma das escadarias de acesso à Sacré Couer. Estava chovendo fino mas não fazia frio, usávamos casacos finos, estávamos com uma sombrinhas que havíamos comprado no dia anterior.

E chegamos enfim à Igreja do Sagrado Coração de onde queríamos ver Paris do alto da colina, vista que ainda não tínhamos em nossos registros de memórias.

⇒ Leia também Paris do alto da Torre Eiffel e do Arco do Triunfo

ALUGUEL DE CARRO PARCELADO EM ATÉ 12X NO CARTÃO OU DESCONTO DE 5% NO BOLETO

No site da RentCars, você pode alugar um carro e pagar parcelado em reais ou se preferir, ter 5% de desconto para pagamento via boleto.

Visita à Sacré Couer

Sacré Couer

O céu azul que vemos tanto nas fotos dos turistas que sobem o monte apresentou-se para nós na cor cinza, mas isso não nos desanimou porque o que queríamos ver não precisava do fundo azul. Entramos na fila que estava bem grande, ficamos uns 40 minutos até entrarmos na igreja.  A chuva aumentou, depois passou e continuamos com nossos planos.

A entrada para visitação é gratuita e vimos muitas pessoas fazendo a segurança e orientando os visitantes. E já na fila ficamos apreciando Paris lá embaixo, o tempo que estávamos na fila ficamos tentando adivinhar a região, identificar algum prédio e o tempo passou rápido.

Fila para entrar na Sacré Couer

Ficamos dentro da igreja cerca de 30 minutos, gostamos de dar uma volta geral, nos sentamos para fazermos uma oração e acendo uma vela em todas as igrejas que entramos.

A Sacré Couer é uma igreja católica, construída em mármore travertino branco. São 4 cúpulas que formam junto ao resto do prédio simulam uma cruz grega. O estilo bizantino e romano serviram de inspiração para seu projeto.

Sua construção foi finalizada em 1914 mas tornou-se basílica após a Primeira Guerra Mundial.

Interior da Sacré Couer

Quando saímos ficamos um tempo em frente à igreja apreciando com calma detalhes de sua fachada e tentando entender o porquê os parisienses não gostarem dela. Sabia disso? Como seu estilo foge ao tradicional gótico tão comum nas igrejas europeias, a Sacré Couer é vista pelos franceses como uma igreja sem graça…

Detalhe da fachada a Sacré Couer

SEGURO VIAGEM com 5% de desconto usando nosso código CANTINHODENA5

Faça uma cotação do seu seguro viagem para viajar tranquilo e será apresentada uma lista com várias opções para você escolher a que melhor se encaixa às suas necessidades

Visita interna concluída, fomos à segunda parte que muito nos interessava: ver Paris do alto da colina 🙂

Como ver Paris do alto da Sacré Couer

Fomos para uma área em frente à igreja onde temos uma visão panorâmica de Paris, dá pra identificar alguns lugares como a Notre Dame por exemplo que fica à direita. Como a colina é o ponto mais alto da cidade, proporciona uma bela vista da cidade com seus característicos prédios.

Paris vista do alto da Sacré Couer

Fomos descendo e parando em alguns pontos até chegarmos à Square Louise Michel. Muita gente fotografando sem parar, para cada lado que olhávamos víamos um detalhe que queríamos registrar.

Os bancos espalhados pelo caminho sempre ocupados por quem queria apreciar a vista antes de terminar a destinada colina e chegar às ruas estreitas de Montmartre novamente.

Vista de Paris da Sacré Couer

E nós não fizemos diferente…

Sacré Couer

Sacré Couer

Pra nós a vista mais bonita da igreja é desse ponto

Chegando lá embaixo, vimos que a criançada pode aproveitar um carrossel e um parque tem ficam em frente à praça.

Carrossel da Sacré Couer

Parque na Sacré Couer

Já passava do meio dia e a fome apertou. Fomos andando pela Rue de Steinkerque devagar. Mais lojas, bares, creperias, cafés, muita gente caminhando. E à medida que íamos descendo, se nos virássemos ainda podíamos ver a cúpula da Sacré Couer.

Ruas de Montmartre

Resolvemos parar para comer no Pret a Manger que tinha comidas rápidas e um ambiente bem agradável. Podíamos pedir no balcão ou nos servir direto nas prateleiras, eu peguei uma salada e Ricardo um sanduíche frio e tomamos café.

Onde comer perto da Sacré Couer

Saímos e fomos pegar o metrô na estação de Anvers que fica bem perto.

A Sacré Couer e Montmartre não nos decepcionaram, o bairro com certeza estará em nosso roteiro numa próxima viagem à Paris. Não vimos tudo por lá, sabemos que há muito mais lugares que fazem nosso estilo, mas preferimos ir conhecendo aos poucos porque cada vez que voltamos temos um olhar diferente e aproveitamos mais.

Visitar a Sacré Couer não necessariamente é entrar na igreja, quem não for católico ou não gostar desse tipo de atração pode subir a colina para aproveitar a vista de Paris e as ruas do bairro. Acredite, o passeio pode ser muito prazeroso mesmo sem entrar para conhecer a igreja.

⇒ Pode-se subir na cúpula para ver Paris de lá, mas optamos por vê-la da colina mesmo que já proporciona uma linda visão.

Sacré Couer e o Montmartre em Paris
Sacré Couer e o Montmartre em Paris
Sacré Couer e o Montmartre em Paris
Sacré Couer e o Montmartre em Paris
Sacré Couer e o Montmartre em Paris

E para acompanhar nossas viagens, nos siga no Facebook,  Instagramtwitter,  YouTube, Pinterest e no Google+.

Para programar sua viagem, veja o que você pode fazer sem sair aqui do blog

Reservar hotel pelo Booking;  Comprar seu seguro viagem com a Seguros PromoAlugar seu carro com a RentCars; Comprar seu chip pré-pago para os EUA e Europa na Easy Sim 4U e fazer câmbio na MelhorCâmbio.