banner

Mercadão de São Paulo: vale mesmo uma visita?

Fachada do Mercadão de São Paulo

Quem nunca ouviu falar do Mercadão de São Paulo? Acho que todo mundo tem uma lembrança de alguma dica, alguma menção de um paulistano e principalmente de quem vai à cidade a passeio.

Nós sempre damos uma passada por ele que na verdade chama-se Mercado Municipal de São Paulo. Mas por que é tão visitado?

Para nós que adoramos comer bem e comprar iguarias diferentes das que encontramos em nossa cidade, além das opções gastronômicas para serem apreciadas ‘in loco’ durante a visita, o Mercadão torna-se um lugar pra lá de especial.

Funciona num lindo prédio construído em meados da década de 1920, foi inaugurado em 25 de janeiro de 1933. Mesmo para quem não pretende parar em um dos boxes ou restaurantes para comer alguma coisa, só a visita para conhecer o prédio já vale.

Mercado Municipal de São Paulo

O projeto do Mercado Municipal é de Francisco Ramos de Azevedo e os lindos vitrais da fachada são do artista russo Conrado Sorgenicht Filho que também assina vitrais da Igreja da Sé.

Os vitrais do Mercadão têm 32 painéis formados por 72 vitrais menores que juntos iluminam e alegram o espaço mesmo estando no alto.

Vitrais do Mercadão em São Paulo

São 12.600 m² de área, com quase 300 boxes que vendem diariamente cerca de 350 toneladas de alimentos como frutas frescas, queijos e embutidos, carnes, peixes e frutos do mar, especiarias e muito mais.

Boxe do Mercadão de São Paulo

Corredores do Mercadão de São Paulo

Veja o teto do prédio, que maravilhoso

Corredores do Mercadão de São Paulo

Antes mesmo de começar a funcionar como um mercado de distribuição de alimentos, o Mercadão serviu como uma espécie de quartel durante a Revolução Constitucionalista de 1932, também chamada de Revolução Paulista. Armas e munição eram guardadas nas dependências do prédio que estava em construção.

O mercado atual funciona em substituição ao antigo que ficava na vizinha 25 de março, que até hoje é uma rua de extremo movimento comercial na região.

Como dá pra perceber, a visita ao Mercado Municipal de São Paulo não se restringe apenas a comer o famoso sanduíche de mortadela ou ao bolinho de bacalhau acompanhados por um chopp, a gastronomia vai muito além deles, que claro que são deliciosos e – para nós – comilões de carteirinha, são imperdíveis.

Bolo de bacalhau tradicional do Mercado Municipal de São Paulo

Tradiconal sanduiche de mortadela do Mercado Municipal de São Paulo

Caminhar pelos vários corredores rende um visual multi colorido e de uma mistura de aromas que abre o apetite ou pelo menos dá aquela vontade de experimentar alguma (s) da (s) muita (s) coisa (s) que são oferecidas pelos vendedores que ficam abordando os passantes.

Boxe de frutas do Mercadão

Boxe de frutas frescas no Mercadão de São Paulo

Box que vende pimentas no Mercadão

Sem exagero, em uma de nossas idas ao Mercadão, quando nos sentamos para descansar  estávamos de barriga cheia só de experimentar as várias frutas pelos corredores kkk, pedimos um chopp e ficamos esperando a fome chegar.

Um dos boxes que ‘batemos o ponto’ é o Empório Árabe, lá encontramos massas artesanais, azeite grego que é o nosso preferido, temperos, muitas frutas e outras delícias desidratadas, especiarias, bacalhau e muito mais. Dá pra fazer uma feira muito boa só nele.

Empório Árabe no Mercado Municipal de São Paulo

Prateleiras do Empório Árabe no Mercadão

Secos e cristalizados do Empório Árabe no Mercadão

No térreo, além dos boxes que vendem os mais variados tipos de alimentos, há os que oferecem delícias gastronômicas com mesas e cadeiras ou bancos para sentar. Geralmente têm filas mas vale a pena esperar um pouco e sentar para experimentar o que escolher com calma.

Nós vamos sempre à Santa Terezinha Cervejas que fica no lado direito lá no fundão (entrando pela Rua da Cantareira) ao lado de uma das escadas que levam ao primeiro andar.

Santa Terezinha Cervejaria no Mercadão

Rua M, box 48/50

Tem mesas com cadeiras para sentar e chopp de vinho que eu particularmente adoro. Algumas vezes sentamos apenas para um choppinho e depois subimos para o primeiro andar e outras compramos bolinho de bacalhau no box que fica em frente (não lembramos o nome) e comemos na cervejaria mesmo.

Chopps da Santa Terezinha Cervejas no Mercadão

Mas é no primeiro andar onde ficam os restaurantes maiores e que sempre estão muito movimentados, é lá que dá pra sentir o astral de quem vai ao Mercadão para conhecer a gastronomia.

Primeiro andar do Mercadão de São Paulo

Servem comida regional, sushi, bolinho de bacalhau e claro que os famosíssimos e enormes sanduíches de mortadela. Há opções com 300g a 400g por pão, acredite. Nunca consegui comer um sozinha, sempre dividimos.

Restaurantes do Mercadão de São Paulo

Tem também os sanduíches com carne de porco desfiada que são uma delícia e pastel frito com recheios variados, Quando fomos com os meninos pedimos de camarão para experimentarmos e aprovamos.

Delícias do Mercadão de São Paulo

Nós já fomos em todos eles, exceto no de sushi, que apesar de gostarmos preferimos apreciar as outras opções oferecidas no Mercadão.

É um passeio que deve estar no planejamento de qualquer perfil de viajante, não paga para entrar, quem não quiser comer não come, quem não quiser comprar não compra, basta passear pelos corredores e sentir o clima do lugar que é bem animado. Indo sozinho, em grupo, a dois ou em família, o Mercadão vale sim umas horas do seu dia em São Paulo.

Mercadão em família

O mercado também oferece salas para eventos e dependendo da época há apresentações pelos corredores. Estivemos por lá no mês de dezembro e vimos uma bandinha passando tocando músicas natalinas.

Mercadão decorado para o Natal

Como chegar

Para quem vai de carro, há estacionamento (pago) nuns prédios em frente e pra quem tiver sorte há alguns espaços de Zona Azul pelas redondezas mas é bem difícil conseguir vaga.

Quem for de metrô, desce na estação São Bento, segue em direção a 25 de março e pode seguir em frente, entrar à esquerda na Cantareira que vai dar direto no Mercadão. Não tem como errar.

E claro que ir de táxi/ Uber é talvez a melhor opção para o turista e para quem pretende fazer algumas compras então é disparado o melhor transporte.

Endereço: Rua da Cantareira, 306 – Centro

Mais informações: oportaldomercadao.com.br

Outros posts sobre mercados que temos aqui

Borough Market: o mercado milenar de Londres
O Mercado de San Telmo em Buenos Aires
Chelsea Market: lugar imperdível em New York

Como é a visita ao Mercadão de São Paulo

E para acompanhar nossas viagens, nos siga no Facebook,  Instagramtwitter,  YouTube, Pinterest e no Google+.

Para programar sua viagem, veja o que você pode fazer sem sair aqui do blog

Reservar hotel pelo Booking;  Comprar seu seguro viagem com a Seguros PromoAlugar seu carro com a RentCars; Comprar seu chip pré-pago para os EUA e Europa na Easy Sim 4U e fazer câmbio na MelhorCâmbio.


Tags:
· ·
Categorias:
Brasil 🇧🇷 · São Paulo

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Guia Para Viajar por Conta Própria

Receba agora gratuitamente em seu email o
eBook "Como Tornar Possível Aquela Viagem
dos Seus Sonhos".

✔️  Como Escolher o Destino da sua Viagem;

✔️  Quando Comprar Suas Passagens;

✔️  Como Reservar Seu Hotel;

✔️  Como Montar um Roteiro de Viagem...

You have Successfully Subscribed!

Pin It on Pinterest

Share This
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
Menu Title