Caminito é uma das atrações turísticas que está na maioria dos roteiros dos turistas que vão à Buenos Aires, da mesma forma é também assunto polêmico em conversas entre viajantes. Há quem goste e defenda a visita e há quem ache que não vale a pena.

Em nossas 3 viagens para a capital argentina visitamos a região em 2 delas.

Na primeira vez, fizemos a visita ao La Bombonera, o estádio do Boca Juniors que fica no mesmo bairro – La Boca e de lá seguimos para o Caminito.

Passeamos pelas ruas, almoçamos num dos restaurantes pega-turista, paguei a um dançarino do restaurante para simular que estávamos dançando tango, fizemos tudo que um turista com poucas viagens na bagagem faz.

⇔ Anote aí, não vale a pena fazer uma refeição nos restaurantes de lá, a comida não é lá essas coisas e as apresentações de tango que alguns oferecem deixam muito a desejar. Há muitos restaurantes bons na cidade e shows de tango que valem a pena.

⇒ Leia em nossa tag Argentina  todos os nossos posts reunidos, temos reviews de restaurante e de shows de tango.

Ruas do Caminito em Buenos Aires

Posteriormente, em outra viagem anos depois, estávamos com um casal de amigos que ainda não conhecia a cidade e foi um dos nossos destinos.

Mais uma vez estávamos no La Bombonera, na ocasião estava fechado para visita, então seguimos para o Caminito que era nosso próximo destino, fomos a pé. Dessa vez não almoçamos, caminhamos pelas ruas e tiramos muitas fotos.

Como chegar

1 – De táxi

Para quem vai apenas para o Caminito, aconselhamos pegar um táxi e ir direto.

2 – A pé do La Bombonera

Quem vai visitar o estádio do Boca, pode seguir a pé do estádio, 400m separam La Bombonera da rua principal do Caminito. Todavia pelo caminho pode encontrar alguns mendigos, mas também há algumas (pequenas) lojas e bares.

As ruas não são desertas mas é aconselhável não deixar câmeras fotográficas e celulares à vista.

Loja no Caminito

3 – A pé de alguma parte da cidade

Há também quem goste de caminhadas, pode encarar ir a pé partindo de alguns pontos da cidade. O tempo de caminhada vai depender de onde estiver. Segue um mapa marcado com a Casa Rosada e o bairro de San Telmo para ilustrar a localização.

Bar em uma das ruas do bairro

4 – Usando o ônibus turístico

Essa foi nossa opção em nossa primeira vez em Buenos Aires. É uma maneira bem prática de conhecer um pouco da cidade e podemos descer nos pontos de interesse e depois pegarmos outro ônibus. Paramos no La Bombonera e de lá seguimos andando para o Caminito.

⇒ Leia Ônibus turísticos de 2 andares

O que ver

Antes de mais nada, para ter uma ideia do que vai encontrar no Caminito, é interessante saber um pouco sobre sua história.

Esquina principal do Caminito

O famoso Caminito surgiu em 1959 como uma rua museu após a iniciativa de moradores da região, inicialmente a rua era chamada de La Curva porque seguia o caminho de uma antiga via de bonde.

Quando o bonde parou de funcionar, a rua passou a ser um depósito de lixo, o que chamou a atenção dos moradores vizinhos que tiveram a iniciativa de procurar as autoridades municipais.

Daí surgiu o Caminito com suas casas em madeira ou placas de zinco, pintadas com cores vibrantes onde funcionavam lojas, restaurantes, galerias de arte e que também eram a moradia de muitos.

Porém o tempo foi passando e a região entrou em decadência novamente, atualmente cortiços servem de moradia no pavimento superior e no térreo funcionam lojas e restaurantes.

É muito comum caminharmos pela rua principal e vermos roupas entendidas entre as varandas das lojas, que é uma das características do visual da região.

Casas do Caminito

Ainda há fachadas com bonecos temáticos que ilustram janelas e sacadas, por isso, não deixe e andar olhando para cima de vez em quando…

Janela de uma casa no Caminito

Atualmente o que muitos condenam é o fato da originalidade ter sido perdida, muitas das fachadas são montadas, não são mais como no começo quando o Caminito ganhou a fama de reduto cultural onde artistas expunham e vendiam suas obras.

Apesar disso e das abordagens para tirar fotos com sósias de Maradona e do Papa Francisco que são muito frequentes de acontecerem com os turistas, o lugar rende lindas fotos.

Não nos arrependemos de termos ido 2 vezes. Em cada uma delas percebemos mudanças, lojas foram substituídas, restaurantes e bares fecharam e outros novos surgiram, algumas casas mudaram de cor e o visual consequentemente era outro.

Assim sendo…

Talvez numa próxima viagem não voltemos ao Caminito, mas isso se estivermos sozinhos, porque se nossas companhias não conhecerem ainda, com certeza voltaremos para mostrá-los.

Como toda cidade tem atrações que uns julgam imperdíveis e outros não veem graça, o Caminito está nessa lista dos pontos turísticos de Buenos Aires.

Para quem vai pela primeira vez à cidade nossa dica é que inclua no roteiro sim.

Em 30 minutos a rua principal pode ser vista, é um lugar que pede pouco tempo, ninguém vai perder o dia por ter ido lá, então por que não conhecer e tirar suas próprias conclusões?

Falar em pontos turísticos imperdíveis ou não, é como darmos dica de hospedagem e restaurantes, cada um em suas preferências e pontos de vista. E olha que temos muita coisa sobre essas temas aqui.

Nossas preferências podem divergir, como também podemos concordar não é verdade? Isso se enquadra perfeitamente nas avaliações de hotéis e restaurantes, nós podemos ter adorado um hotel ou um restaurante e você ter detestado ou achar que não vale a pena concorda?

Quando estava pensando em escrever sobre o Caminito, vi tantos textos praticamente iguais que quis levar o assunto para outro contexto, já que sempre ouvíamos muitas opiniões divergentes sobre a região.

Como comentamos anteriormente, achamos que vale a pena ir lá pelo menos uma vez para cada um ter suas conclusões, afinal é um passeio rápido e que pode ser até de graça dependendo da forma que escolher chegar lá.

Agora nos siga no FacebookInstagramtwitterYouTube e no Pinterest.

ORGANIZE SUA VIAGEM SEM SAIR AQUI DO BLOG. VOCÊ PODE:

Reservar hotel pelo Booking;
Comprar seu seguro viagem com a Seguros Promo;
Alugar seu carro com a RentCars;
Escolher seu chip pré-pago para usar em todo o mundo no Viaje Conectado ou no Omeuchip;
Encontrar passes turísticos GoCity;
Comprar ingressos, contratar tour e transfers no Get Your Guide;
Passagens aéreas com Passagens Promo;
E ainda comprar pacotes de viagens e passagens aéreas no Hotel Urbano