banner

Grand Central em New York: mais que uma estação

Relógio da Grand Central em New York

Grand Central Terminal como é conhecido hoje, já foi Grand Central Depot e Grand Central Station. Foi mudando de nome ao longo dos anos após passar por reformas e reestruturações.

Em 1871 foi construído o lindo prédio chamado Grand Central Depot na 42 St e era um dos maiores prédios de New York. Era a junção das linhas de trem que estavam crescendo com a expansão econômica da cidade.

Com o passar dos anos o prédio tornou-se pequeno e passou por uma expansão, passou a ser um terminal de transportes ferroviários – Grand Central Station. Mais tarde o número de linhas de trem quadruplicou e mais uma reforma se fez necessária, a partir daí ficou conhecido como Grand Central Terminal.

É considerada a maior estação ferroviária do mundo. Tem ligação com o metrô em Manhattan através da estação vizinha Grand Central 42 Street.

A estação foi inaugurada em 1913,  são 44 plataformas distribuídas em 2 níveis.  São 67 trilhos, 41  no nível superior e 26 no inferior. Diariamente estima-se que mais de 700.000 pessoas passem por ela e durante a época de férias esse número pode chegar a 1.000.000.

grand central em new york 2

O salão principal é o lugar mais visitado por turistas. Há quem vá à estação apenas para tirar fotos e ver de perto o famoso relógio de 4 faces. Estima-se que vale 10 milhões de dólares. Fica em cima do balcão central de informações.

grand central em new york 17

No lado de fora da 42 Street encontra-se outro relógio de vidro, esse da famosa joalheria Tiffany, tem cerca de 4 metros de diâmetro.

grand central em new york 1

Sabia que todos os relógio Grand Central são adiantados em 1 minuto? Pois eles são, isso para que os passageiros tenham uma margem de segurança para não perderem o horário dos trens.

No salão principal,  no teto há 10 castiçais pendurados, decorados em ouro e com 110 lâmpadas cada.

grand central em new york 4

grand central em new york 18

Mas a estação de trem no coração de Manhattan não é apenas uma central de transportes, tem várias lojas espalhadas pelos enormes corredores e uma praça de alimentação melhor do que a de muitos shoppings por aí.

São mais de 60 lojas dos mais variados segmentos e quase 40 estabelecimentos destinados à alimentação.

Em todas as nossas idas à New York, a Grand Central está nos nossos planos, e não estou contando como estação de trem, vamos lá para passear mesmo, fazer um lanche ou até para o café da manhã.

grand central em new york 10

A praça de alimentação fica no andar de baixo, não tem como errar, a placa fica entre as escadas na extremidade do salão (main concourse) de frente para e entrada principal (42nd street).

grand central em new york 3

E como esse assunto sempre nos interessa muito :), vou deixar aqui o mapa da área de alimentação para quem tiver interesse em fazer uma refeição por lá, garanto, vale a pena.

grand central em new york 20

Ícones novaiorquinos como Magnolia Bakery e Shack Shake têm filiais na estação.

grand central em new york 14

Mesinhas no fundo do salão logo depois da Magnolia Bakery, dá pra lanchar sentado com calma.

grand central em new york 22

Nosso café da manhã em uma de nossas viagens. O Shake Shack tem um menu específico para o café da manhã até às 10h, não temos que comer hamburguer nessa refeição 🙂

Ainda há uma área para alimentação além do Dining Concourse, o Great Northern Food Hall.

grand central em new york 12

Outro lugar sempre muito procurado na estação é o famoso arco que fica ao lado do Oyster Bar. Tem sempre gente com o ouvido colado testando se faz eco mesmo.

Nós conferimos e é verdade. Uma pessoa fica num dos arcos e a outra vai para o arco transversal, fala baixinho de frente pra parede e a outra pessoa cola o ouvido nele e escuta.

grand central em new york 7

Uma coisa bem interessante do Grand Central Terminal é que possui um setor de achados e perdidos super eficiente. Consegue devolver perto de 60% dos objetos esquecidos pelos passantes/passageiros, sendo considerado um dos melhores serviços do tipo dos país.

Para quem pretende conhecer mais a fundo a história do prédio e suas dependências, pode contratar uma das opções de tour:

  • Áudio tour, que custa U$ 9 para adulto e U$ 7 par crianças, todos os dias da semana. Só não no Thanksgiving e no Natal; Veja o post como vimos o Thanksgiving e a Black Friday nos Estados Unidos para ver como é essa época por lá.
  • Tour guiado que dura 75 minutos, custa U$ 25 para adultos e U$ 20 para crianças. Diariamente às 12:30 pm. Grupos de 10 pessoas ou mais mas também pode ser privativo mas é necessário consultar antes.

Para ter acesso aos tours, procure a placa GCT Tour que fica no main concourse. Funciona das 9h às 18h.

Ainda há um calendário de eventos com programações de acordo com a época do ano e um mercado de frutas e verduras entre a Graybar Passage e a Lexington Passage.

Viram que o Grand Central Terminal é praticamente uma cidade dentro de Manhattan? Não é por pouca coisa que é um ícone de New York.

Não tem como ir e não ficar encantado, o prédio é lindo e traz detalhes encantadores por todos os lados.

grand central em new york 15

Transportes disponíveis:

Metro-North – Metro-North’s Harlem, Hudson e New Haven Line

Metrô (subway) – linhas 4 5 6 7 e S

Ônibus –  M101, M102, M103, M1, M2, M3 e M4, Q32 e M42

Endereço: 89 e 42nd Street

Horário de funcionamento: diariamente das 5:30 às 2:00 da manhã

Mais informações: grandcentralterminal.com

Mais sobre New York? Clica nesse banner que tem todos os links dos posts aqui do blog.

banner-New-York

Grand Central Station em New York

E para acompanhar nossas viagens, nos siga no Facebook,  Instagramtwitter,  YouTube, Pinterest e no Google+.

Para programar sua viagem, veja o que você pode fazer sem sair aqui do blog

Reservar hotel pelo Booking;  Comprar seu seguro viagem com a Seguros PromoAlugar seu carro com a RentCars; Comprar seu chip pré-pago para os EUA e Europa na Easy Sim 4U e fazer câmbio na MelhorCâmbio.


Tags:
· · ·
Categorias:
Estados Unidos 🇺🇸 · New York · Onde fui

Comments

  • Adoro este terminal!
    Vale super a visita.
    Sem falar nas comidas …

    Fabiana Olivieri 23/11/2016 12:26 Responder
    • Verdade, dá pra fazer todas as refeições tranquilamente, as opções são ótimas, tem mesas e cadeiras, podemos comer sem pressa :).

      Cynara Vianna 23/11/2016 12:55 Responder

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Guia Para Viajar por Conta Própria

Receba agora gratuitamente em seu email o
eBook "Como Tornar Possível Aquela Viagem
dos Seus Sonhos".

✔️  Como Escolher o Destino da sua Viagem;

✔️  Quando Comprar Suas Passagens;

✔️  Como Reservar Seu Hotel;

✔️  Como Montar um Roteiro de Viagem...

You have Successfully Subscribed!

Pin It on Pinterest

Share This
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
Menu Title