Sabe aquele post que precisou de vários parágrafos de introdução como rascunho até chegar no que eu realmente queria deixar registrado aqui? Esse foi assim. Viajando e aprendendo junto com os filhos foi o 9º título que escrevi e acho que resume o contexto do que vem pela frente…

Esse post faz parte de uma blogagem coletiva sugerida por um grupo de blogueiras viajantes para comemorarmos o Dia das Mães. O tema é ‘o que meu filho aprende em viagens‘. Mas quando comecei a escrever, as coisas foram tomando outro rumo e vi que nós pais também aprendemos muito ou até mais com os filhos em viagens. Vendo as fotos, relembrei de tantas situações que nos emocionaram, chamaram nossa atenção por algum motivo e resolvi ampliar o foco no título.

Para quem ainda não sabe o que é uma blogagem coletiva, trata-se de um grupo de blogueiros que se reúnem, definem um tema e todos escrevem sobre ele, publicam no mesmo, na mesma hora e no final do post de cada um, estarão os links dos demais participantes. Legal né?

Outras blogagens coletivas que já participamos:

Perrengues e viagens
Museu de História Natural de Viena – #MuseumWeek
Top 5 de nossa wish list de viagens em família
Melhores viagens em família
Instituto Ricardo Brennand – #MuseumWeek
Viajando com as crianças pelo Brasil
Natal em New York
Bebidas pelos mundo: roteiro etílico com 4 tipos de bebida
Paço do Frevo: espaço exclusivo dedicado do ritmo pernambucano – #MuseumWeek
Viajando na crise. O que fazer em Las Vegas de graça

Pedi a meus 3 filhos que fizessem uma lista com o que eles achavam que aprendiam durante nossas viagens, juntei as 3, vi o que tinham em comum e acrescentei outras coisas junto com Ricardo sob nosso olhar de pais. Tem como não se emocionar lendo uma lista dessas?

viajando-e-aprendendo-44

Esse post foi tão legal porque foi motivo inclusive de uma reunião em família depois que estávamos com as listas em mãos. Discutimos juntos o título e foi muito bom porque fatos foram acrescentados a elas e vimos o como estar viajando e aprendendo com eles é gratificante.

E para você leitor que ainda não conhece nossa família, uma breve apresentação…

Pais – Ricardo e Cynara (engenheiro e designer/blogueira)

Filhos – Victor, José Ricardo e Arthur (28,16 e 13 anos)

viajando-e-aprendendo-38

O pai tá ali atrás, os meninos cresceram muito kkk

Não somos uma família que começou a mostrar o universo das viagens aos filhos quando eles eram ainda pequenos, muitos fatores contribuíram para isso. Para saberem um pouco mais leiam o post 20 coisas sobre mim para você me conhecer melhor que irão entender um bocado deles :).

Começamos nossas viagens sem os filhos, e vimos o quanto podíamos contribuir com suas formações, em vários sentidos: cultural, emocional, de caráter, individualidade, coletividade e tantos outros… e não apenas mostrá-los lugares. Continuamos com nossas viagens a dois mas procuramos no mínimo alternar uma viagem em família entre as nossas sozinhos, mas isso não é uma regra, acontecem 2, 3 viagens apenas nós 2, como o mesmo com as crianças. Depende da época e das oportunidades.

Como as idades dos nossos meninos são bem diferentes, alguns fatores acontecem mais com um do que com outro. Para ilustrar o post, vocês vão perceber que na grande maioria das fotos quem aparece é Arthur, nosso caçula. Por que? Por 2 motivos principalmente: 1 – O mais velho não é muito fã de fotos; 2 – eles não querem que eu publique fotos deles menores porque depois ficam ‘sofrendo bulling’ dos amigos que veem o post kkk, dizem que não querem divulgar fotos de quando eram menores, e eu tenho que respeitar né gente!

Bom, mas vamos ao que interessa: os pontos que reunimos para mostrar a vocês que as palavras viajando e aprendendo vão muito além do que o significado propriamente dito quando conseguimos perceber a importância e as mudanças nos nossos filhos na volta de cada viagem.

Não vou listar por ordem de importância, a lista é aleatória. Aqui alguns assuntos que julgamos importantes com exemplos de situações que vivemos que podem ilustrar o conceito.

1 – Conhecer novas culturas

Esse acredito que seja o primeiro aprendizado de todos durante uma viagem, independente do destino, impossível voltar de um lugar sem ter assimilado sequer um detalhe do povo e de seu estilo de vida.

viajando-e-aprendendo-41

2 – Experimentar novas comidas

Somos amantes da boa mesa e como tal não abrimos mão de uma refeição num lugar típico, com tempo para conversarmos e claro conhecermos esse lado que todo país/ cidade tem uma peculiaridade. E nossos filhos adquiriram esse hábito. Fiquei muito feliz quando vi na lista deles esse tópico.

viajando-e-aprendendo-24

Restaurante tailandês escolhido por José Ricardo para comemorarmos seus 15 anos. Detalhes no post Onde jantar em Las Vegas.

viajando-e-aprendendo-14

No post Onde jantar em Washington detalhes do restaurante peruano que fomos conhecer

3 – Treinar o idioma

Hoje em dia, a grande maioria das crianças estuda algum idioma fora da escola. Victor passou 6 meses morando na Espanha e tem um bom nível no idioma, José Ricardo acabou de receber o certificado de FCE em inglês e está se preparando para fazer um intercâmbio de férias durante o mês de julho, estudou espanhol 2 anos no colégio e está no 2º ano de alemão (ele adora idiomas) e Arthur termina o inglês próximo ano e depois fará o aperfeiçoamento em conversação.

Esse foi outro ponto unânime nas listas deles :).

4 – Conhecer pessoas

É muito interessante ver como as crianças se aproximam facilmente uns dos outros, independente do idioma, eles se entendem muito bem. Isso aconteceu várias vezes com os meninos. Vou citar aqui uma situação.

Quando estávamos no Shark Reef Aquarium no Mandalay Bay em Las Vegas, um bebê de uns 2 anos se aproximou de Arthur, pegou na mão dele e ficaram andando juntos vendo os aquários.

viajando-e-aprendendo-22

5 – Ter interesse por equipamentos eletrônicos que sempre levamos nas viagens

Depois de algumas viagens, aqui em casa cada um tem seu estilo para registrar os momentos e os lugares. E Arthur começou bem cedo a ter muito interesse por câmeras e filmadoras. Hoje ele tem a própria câmera.

viajando-e-aprendendo-27

Tentando saber o que veria pelo lado contrário da lente kkkk

viajando-e-aprendendo-20

Testando fazer selfie com a GoPro em Washington

6 – Valorizar momentos em família

Com o corre-corre da vida de todos nós ‘mortais’, ficamos pouco tempo com a família, restam-nos os finais de semana para curtirmos mais os filhos e fazermos alguns programas juntos, e isso depois de ajustarmos os interesses,  porque com as idades dos nossos, cada um quer fazer uma coisa. Mas sempre forçamos para que hajam momentos compartilhados. E nas viagens, isso não acontece porque ficamos 24 horas juntos.

Sempre nos surpreendemos com alguma coisa que parte deles nesses momentos, como eles também comentam alguma coisa do tipo “nunca ouvi você dizendo isso”, ou “nunca imaginei que você fizesse isso”… e isso não só com os pais, como fazemos algumas viagens com a família de minha irmã, esses momentos ficam ainda mais legais.

viajando-e-aprendendo-10

Arthur no colo do tio / padrinho ao lado da tia/ madrinha e da prima da mesma idade no metrô em New York

8 – Aceitar os próprios limites

Nós temos o hábito de acordarmos cedo e dormirmos tarde, e isso não muda nas viagens, o ritmo é sempre puxado e confesso que quando sento no avião na volta de qualquer viagem eu capoto kkkk, não durmo um sono pesado porque tenho dificuldades no avião, começo lendo um livro, tomo um copinho de vinho e dou uma relaxada boa e quando chego em casa durmo umas 15 horas seguidos e estou pronta pra outra.

Todos aqui em casa temos esse ritmo, mas claro que quando estamos com os meninos procuramos adaptar o roteiro para que eles aproveitem o máximo possível sem muito cansaço.

Em uma de nossas viagens a Orlando, no final de uma das tardes de parques, Arthur estava muito cansado, chegou pra gente e pediu um ‘tempinho’ pra descansar. Foi tão lindo gente… perguntamos se ele queria ir pra o hotel e ele disse que não, apenas descansar um pouco. E assim foi feito. Paramos perto de um banco na sombra e ele cochilou por uns 30 minutos. Quando acordou disse ‘brigado, vamos pra onde agora?”.

viajando-e-aprendendo-7

9 – Aceitar ideias que em casa seriam impossíveis de serem acatadas

Estávamos com uma viagem programada pra Orlando, e desde os preparativos que queria ver a possibilidade de comprarmos um carrinho pra Arthur, ele completaria 9 anos durante a viagem. No dia exato do aniversário estávamos no navio Disney Dream :).

Mas na volta desse cruzeiro, ficaríamos alguns dias em Orlando e eu estava preocupada com os dias inteiros nos parques. Depois de irmos ao Magic Kingdom e termos saído antes do Whishes com ele dormindo nos braços do pai, fomos direto para o Walmart. Depois dessa parada estratégica, os outros dias foram com carrinho nos parques de Orlando, tranquilidade total para ele e para nós.

viajando-e-aprendendo-32

10 – Experimentar situações inusitadas

Dos nossos 3 filhos, Arthur é o mais aventureiro, não tem medo de nada, aquele ‘topa tudo’. Muitas vezes temos que conversar porque senão quer pular de para quedas kkkk.

Num dia no parque da Universal, quando passávamos despreocupadamente por uma rua, ele viu que poderia escalar uma parede. Pronto, e lá estava ele…

viajando-e-aprendendo-28

11 – Ter disciplina com suas malas

Tem coisa pior do que entrar num quarto de hotel e as malas estarem aberta, roupas pra todo lado, banheiro com outras peças pelo chão? Eu não aguento, não consigo ficar num ambiente assim. Quando viajamos e nos hospedamos em hotéis, geralmente reservamos 2 quartos, 1 duplo pra nós e 1 triplo para os meninos.

Quando optamos por um apartamento, a coisa muda porque depende muito do tamanho, pode haver situações de alguém dormir no sofá-cama da sala como foi o caso do apartamento alugado em New York em nossa viagem para passarmos o Natal na cidade.

Se estamos em hotel, eu vou ao quarto deles diariamente e vejo como estão as malas, se ficamos num apartamento, cada um tem suas tarefas. O que interessa é manter a malas devidamente arrumadas.

viajando-e-aprendendo-12

Quarto no apartamento em New York

12 – Enfrentar desafios

Estávamos em Las Vegas, almoçamos e fomos ao New York New Yokr Hotel, pretendíamos ir na montanha-russa mas como havíamos acabado do almoçar, optamos por voltarmos outro dia, mas Arthur queria ir de todo jeito, pensando na possibilidade de não voltarmos mais, quis logo garantir.

Perguntamos se ele poderia ir sozinho. E logo na entrada ele começou a conversar com 2 moças que foram suas companheiras no carrinho do brinquedo. Detalhe, elas eram canadenses, ficaram conversando em inglês!!! Quando saíram uma delas me viu e disse “seu filho é bem desenrolado, bom garoto” kkkk.

viajando-e-aprendendo-26

Outra situação semelhante aconteceu no Busch Garden, não encaramos ir na barca e ele foi sozinho.

viajando-e-aprendendo-30

Juro que ele é uma daquelas 2 pessoas no canto esquerdo kkk

13 – Entender o funcionamento de certas coisas mais facilmente por estarem visualizando, vivenciando

Um exemplo disso é quando estávamos na Hoover Dam, a hidrelétrica que abastece o estado de Nevada e parte do Arizona. Ricardo, que é engenheiro e tem uma empresa de engenharia elétrica deu uma aula aos meninos e eles numa boa ouvindo, perguntando. (exceto Arthur que tava jogando no celular kkk).

viajando-e-aprendendo-21

14 – Aprimorar o gosto musical assistindo a shows

Em uma viagem a Las Vegas com os filhos, fizemos questão de levá-los ao show de Rod Stewart e ficamos muito felizes em ver como eles adoraram e ficaram fãs do cantor.

Eles podem ir a shows onde moramos? Claro que sim, mas nada parecido com a produção, conforto e qualidade dos shows que vemos lá fora.

viajando-e-aprendendo-23

15 – Desenvolver o gosto pelas artes

Tendo a oportunidade de assistir espetáculos bem produzidos, o gosto e a valorização pelas artes ficam bem mais apurados. Os meninos adoram ir a espetáculos do Cirque Du SoleilBlue Man Group …já fomos a alguns shows em Las Vegas e Orlando com eles e sempre que voltamos pedem pra repetirmos.

viajando-e-aprendendo-43

16 – Tirar proveito de coisas simples

Quando se tem o hábito de viajar, de ver coisas novas com mais frequência, a ansiedade em não perder nada, não deixar de ver alguma coisa não existe e com isso a calma ajuda na percepção de coisas e momentos que poderiam passar despercebidos por quem tem pressa.

viajando-e-aprendendo-39

No Bellagio em Las Vegas

viajando-e-aprendendo-18

A caminho do Memorial de Lincoln em Washington

17 – Todos temos liberdade de expressão

Quem não leva uma camisa ou bandeira do time do coração em alguma viagem? Aqui em casa, Ricardo, Victor e Arthur adoram futebol, José Ricardo nem tanto, e resolveram levar a bandeira do Sport, time do coração, para mostrarem essa paixão. Coisas que só fazemos quando estamos ‘fora’ de casa né, porque essa liberdade é tida como ‘piegas’ por aqui :).

viajando-e-aprendendo-1

18 – Entender que cada lugar/ país tem suas regras e temos que respeitá-las

Levar a sério e respeitar as regras dos lugares onde vamos é uma coisa que sempre reforçamos aqui em casa. Isso evita muitos constrangimentos e possíveis problemas. Os meninos têm o hábito de ler todas as placas que encontram por onde passamos.

viajando-e-aprendendo-3

Na praia em Key West

19 – Ver que se cada um fizer sua parte, muita coisa pode mudar

A consciência sobre o meio-ambiente está cada vez mais presente nos ensinamentos que as escolas passam e muitas crianças também recebem esse tipo de orientação em casa, muito bom!

Mas muitas vezes queremos ajudar e temos dificuldade por vários motivos e um deles é a falta de acesso à oportunidades para fazer isso. É muito comum encontrarmos em outros países campanhas para arrecadarem fundos e isso é feito naturalmente.

Ficamos bem contentes quando os meninos tomam essa iniciativa por conta própria, pegam dinheiro do próprio bolso e contribuem com causas relacionadas à proteção dos animais por exemplo.

viajando-e-aprendendo-4

Sea World, Museu Nacional do Ar e do Espaço e Zoológico de Washington

20 – Vivenciar e aprender a usar o transporte público

No nosso dia-a-dia, geralmente levamos e pegamos nossos filhos nos lugares certo? A classe média brasileira, quando dá, procura blindar os filhos da violência e tenta proporcionar mais conforto já que o sistema público de transporte em nosso país e extremamente precário grande maioria das cidades.

Quando estamos viajando, só alugamos carro em cidades que o carro possa nos dar algum benefício em relação ao transporte público local. Usamos muito metrôs e ônibus. Nosso filhos já sabem que irão pegar muitos metrôs e já se habituaram a isso, quando chegamos em um destino, eles pegam logo o mapa do transporte e vão procurando entender. Muitas vezes eles é que dizem qual o metrô e direção que iremos tomar.

viajando-e-aprendendo-9

viajando-e-aprendendo-8

21 – Viajar em meios de transporte que não são oferecidos onde vivemos

Aqui no Brasil, são raros os trechos oferecidos para fazermos viagens de trem. Que adoramos esse transporte não é novidade pra quem nos segue aqui no blog, temos um post sobre viajar de trem pela Europa onde mostramos uma lista de razões pelas quais optamos por eles no velho continente. E testamos nos Estados Unidos numa viagem de trem de Washington para New York os meninos adoraram.

Estávamos comentando sobre uma próxima viagem e eles perguntaram se faríamos algum trajeto de trem, querem muito repetir.

viajando-e-aprendendo-13

22 – Que podem contar com os pais sempre, que entramos no clima da viagem junto com eles

Se estivéssemos apenas Ricardo e eu num parque, jamais tiraríamos uma foto dessas né kkkk. Mas quem resiste ao pedido de um filho que quer fotografar a gente fantasiado, pagando mico, o que seja….

viajando-e-aprendendo-29

viajando-e-aprendendo-5

23 – A desenvolver o gosto por exposições variadas

Tem coisa melhor do que ver um filho entusiasmado em ver uma exposição sobre o corpo humano? Proporcionar a eles essas oportunidades não tem preço :).

viajando-e-aprendendo-2

Bodies the Exhibition no Luxor em Las Vegas

24 – A perder a noção do tempo visitando um museu

Quem não gosta de aprender brincando? Visitando museus com exposições interativas, experiências é uma forma que as crianças aprendem sem nem perceber, isso fica evidente numa conversa sobre um assunto que de repente elas vêm com argumentos que dizem ter visto, lido, experimentado em um museu.

25 – História de um lugar em visitas a pontos turísticos

É muito fácil a assimilação de fatos importantes que possam ter mudado algum aspecto da história de um lugar através de visitas a lugares turísticos que têm exposições e/ou museus mostrando como as coisas aconteceram. Dependendo de como são mostrados os fatos, entram nas cabeças de quem está ali com muito mais facilidade e passam a fazer parte dos conhecimentos gerais.

viajando-e-aprendendo-35

Visita ao Canal durante uma conexão no Panamá

26 – Que podemos brincar com tudo

Como já disse lá no começo do post, Victor não é muito de fotos. Mas vendo os irmãos brincando, buscando um jeito de tirar fotos desse tipo, resolveu entrar no clima e viu que era divertido.

viajando-e-aprendendo-16

No Capitólio em Washington

27 – Que é possível conhecer lugares que vimos na TV e que queríamos estar neles

Aqui em casa assistimos alguns programas de TV americanos, entre eles Trato Feito, que se passa na loja de penhores Gold & Silver e Cake Boss são exemplos de alguns que sempre assistimos. E sempre que possível, colocamos em nossos roteiros os endereços de alguns lugares que são cenário ou fazem parte da vida de seus apresentadores. Difícil é tirar os meninos deles :). Nossa visita à Carlo’s Bake Shop em Las Vegas foi uma delícia!!!!

viajando-e-aprendendo-37

Gold & Silber em Las Vegas

28 – Que as lembranças sempre estarão presentes

E aí, quem já fez uma caricatura com um dos vários artistas que se espalham pelas ruas de tantas cidades mundo afora? Arthur adora. Essa da foto não ficou muito parecida, mas ele tem uma que fez no Sea World em Orlando que está emoldurada :).

viajando-e-aprendendo-11

29 – Que certos momentos nunca mais voltarão e que devemos guardá-los na memória e nas fotos para um dia revê-los e lembrarmos quando e onde aconteceram

Adoro essa foto dos meninos, hoje isso já não acontece mais, Arthur já está maior e esse tipo de brincadeira já não se encaixa mais…quando mostrei os 2 lembraram de onde vínhamos e pra onde íamos nesse dia. Bom demais hein.

viajando-e-aprendendo-25

30 – Segundo um dos ítens de uma das listas dos meninos, realizar sonhos…não preciso dizer mais nada!

Como não terminar esse post sem estar emocionada? A cada foto escolhida, algumas em conjunto com os meninos, outras sozinha, depois de nossa reunião para escolhermos o título e discutirmos os tópicos, vi que nós pais, aprendemos muuuito com nossos filhos em nossas viagens.

A convivência durante as viagens faz com que hábitos sejam revelados, que atitudes gerem surpresas, que o desenrolar de uma conversa com um estranho em outra língua nos faça encher os olhos d’água ao vermos que nossos filhos estão preparados para o mundo e fazem parte dele de uma forma tão natural que não imaginávamos.

E que venham muitas outras viagens em família, independente das idades deles, sempre serão nossos ‘meninos’ e sempre queremos estar junto deles e que quando os netos chegarem, possamos dar continuidade a essa forma de mostrar o mundo.

viajando-e-aprendendo-42

Agora, uma lista dos outros blog que participaram dessa blogagem coletiva que teve um tema tão complexo mas tão compensador, pelo menos pra mim foi assim :).

1 – Viagens que Sonhamos – O que meu filho aprendeu viajando

2 – Felipe, o pequeno viajante – O que as crianças aprendem viajando

3 – Malas e malinhas – O que minha filha aprendeu viajando

4 – As Passeadeiras – O que minhas filhas aprenderam viajando

5 – Do RS para o Mundo – O que meu filho aprendeu viajando

6 – Família Viagem – 10 coisas que as crianças aprendem viajando

7 – Viagem Simplesmente – O que filho aprendeu viajando

8 – TripBaby – O que meu filho aprendeu viajando

9 – Ases a Bordo – 10 coisas que viajar pode fazer pelo futuro do seu filho
10 – Malas e Panelas
 O que nossa filha aprendeu em viagens

11 – Vem Pro Parque – O que filhos crianças aprendem viajando

12 – No Mundo com a Gente – O que as crianças aprendem viajando

13 – Trilhas e Cantos Meu filho aprendeu viajando

14 – Gosto e Pronto – Blogagem coletiva. O que meu filho aprendeu viajando

15 – Valentina na estrada Blogagem coletiva

16- Retrip Viagens e Experiências – O que meu filho aprendeu viajando

17 – Para a Disney e além – 10 lições que minha filha aprendeu viajando

18 – Wanna Disney Pelo Mundo – O que meu filho aprendeu viajando
19 – Com Filhos por aí! – Aprendemos viajando em família
20 – Cuore Curioso – 8 coisas que minha filha aprendeu viajando

21- Andreza Dica e Indica Disney – Minha filha aprendeu viajando

22 – Viajo com Filhos – O que minhas filhas aprenderam viajando

23 – Por aí com os Pires – O que nossos filhos aprenderam viajando

24 – Vida de Viajete 5 coisas que minha filha aprendeu viajando

25 – Viajo com Filhos – O que meus filhos aprenderam viajando

26 – Carregando Malinhas – O que minhas filhas aprenderam viajando

27 – De Primeira Viagem O que minha filha aprendeu viajando

28 – Roteiro Renatours – O que meu filho aprendeu viajando

29 – Ferinhas Viajantes – 10 lições aprendidas por crianças que viajam

30 – Os Caminhantes – O que meu filho aprendeu viajando

31 – Dicas da Rege O que meu filho aprendeu viajando

32 – Viajando em Família – Blogagem coletiva. O que meu filho aprendeu viajando

33 – Pequenos pelo mundo – 13 fotos que mostram o que meus filhos aprenderam nas viagens
34 – Passeiorama – 
Blogagem coletiva. O que meus filhos aprenderam viajando
35 –  O Rei do Hotel – 
O que meu filho aprendeu viajando

36 –  Vou Viajar – O que meus filhos aprenderam viajando

E para acompanhar nossas viagens, nos siga no FacebookInstagramtwitterYouTube e no Google+.

Para programar sua viagem, veja o que você pode fazer sem sair aqui do blog

Reservar hotel pelo Booking;  Comprar seu seguro viagem com a Real Seguros; Alugar seu carro com a RentalCars; Comprar seu chip pré-pago para os EUA e Europa na Travel Mobile

E para acompanhar nossas viagens, nos siga no Facebook,  Instagramtwitter,  YouTube, Pinterest e no Google+.

Para programar sua viagem, veja o que você pode fazer sem sair aqui do blog

Reservar hotel pelo Booking;  Comprar seu seguro viagem com a Seguros PromoAlugar seu carro com a RentCars; Comprar seu chip pré-pago para os EUA e Europa na Easy Sim 4U e fazer câmbio na MelhorCâmbio.