Trem Amtrak de Washington para New York

Que adoro viajar de trem não é novidade, já comentei sobre isso aqui. Na Europa acho a melhor opção e em nossa viagem para aos Estados Unidos em família, optamos pelo trem Amtrak  para irmos de Washington para New York.

Veja nosso roteiro detalhado.

Compramos as passagens pela internet direto nesse site da empresa. Pagamos U$ 269,50 para 5 adultos, 1 senior e 1 criança. Minha irmã pagou U$ 171,50 por 3 adultos e 1 criança.

Antes de nossa viagem levei um susto, lendo um comentário em um dos grupos de viagem do Facebook que participo, vi que alguns trens Amtrak não permitiam levar malas grandes, teriam que ser equivalentes às que levamos como bagagem de mão nos aviões. Levei um susto porque faltavam apenas 20 dias para nossa partida para os Estados Unidos e àquela altura todo o roteiro estava montado.

Pesquisei mais, li outros comentários no mesmo grupo, levantei a questão em outro grupo e complementei minhas pesquisas lendo esse post no blog Colagem de Luciana Misura. Vi que não é isso, na verdade em algumas estações de trem é possível se fazer checkin e assim despachar as bagagens, o que acontece nos demais é como nos da Europa, cada um leva sua mala e acomoda nos espaços disponíveis no vagão, caso o seu esteja muito cheio, pode ser levado para outro mas isso é ruim porque o ideal é que fiquemos com nossas malas à vista concordam?

Vamos à nossa viagem de trem

Foram pouco mais de 3h, fizemos 7 paradas durante o percurso. Partimos da Union Station, que é a principal estação ferroviária de passageiros de Washington e desembarcamos em New York na Penn Station, que é a estação de trem mais movimentada da América do Norte.

O embarque foi bem tranquilo, chegamos à estação 40 minutos antes do horário de saída do trem, o saguão estava muito cheio. Éramos 10 pessoas e estávamos com 16 malas ao todo, entre malas grandes e pequenas de mão. Quando chegamos ao saguão de nosso embarque vimos que muitas pessoas estavam com malas pequenas, fiquei mais tranquila.

Como já estávamos com nossos tickets em mãos (levamos impressos de casa), passamos sem problemas pela moça que estava conferindo no portão. Descemos uma escada rolante e o trem já se encontrava parado.

Minha irmã e a família ficaram num vagão e nós com minha mãe em outro. Não tivemos nenhum problema com espaço para as malas, o incoveniente é colocá-las no trem, grandes, pesadas e com os degraus de entrada que dificultam, mas fora isso tudo tranquilo.

E as bagagens foram muito bem acomodadas. O espaço disponível acima dos assentos é bem grande e cabia muito bem malas médias, as maiores colocamos no chão na entrada no vagão, onde haviam outras.

trem-Amtrak-malas

Espaço para malas acima dos assentos. Vejam que é bem amplo.

trem-Amtrak-malas1

Espaço para malas antes das poltronas, as portas da direita e da esquerda são dos banheiros. No final do corredor é o outro vagão.

Nossas passagens eram na classe econômica, não tínhamos assento marcado, mas como o vagão que entramos estava bem vazio nos acomodamos muito bem.

As poltronas muito confortáveis, tinham até mesinha no encosto.

trem-Amtrak-poltronas

trem-Amtrak-vagao

José Ricardo e minha mãe. Vejam como o vagão estava vazio.

Logo que o trem partiu, uma funcionária passou para validar nossos tickets, vi que ela colocou um cartão em cima de nossos assentos identificando que já havia visto nossas passagens. Durante as paradas pessoas saíam e outras entravam.

O trem ficou bem cheio no decorrer da viagem. O que achei ruim nesse trem foi o fato de não ter o itinerário impresso para irmos acompanhando as paradas. Todas elas eram anunciadas por uma funcionária quando estava se aproximando, mas senti falta do folder demonstrativo. Em cada parada a funcionária voltava para conferir as passagens de quem havia entrado.

trem-amtrak-parada

O banheiro do nosso vagão estava fechado, apenas o destinado para deficientes estava liberado, e nesse caso, livre para todos os passageiros.

trem-Amtrak-banheiro

Em outro vagão há uma lanchonete com opções para lanches, como eu tinha lido no Colagem que não eram nada apetitosos, levei umas coisinhas para comermos, mas fomos comprar bebidas. A maioria optou por refrigerante e eu fui num cafezinho. Realmente só tem salgadinhos e o que pode ser quente é congelado e levado ao microondas.

trem-Amtrak-lanchonete

O que adoro nas viagens de trem, além da praticidade do embarque, sem o chatinho do checkin e o conforto das poltronas, são as paisagens. Me deleito olhando pela janela.

 

Vimos que quem ia descer na estação anunciada ia se dirigindo para a entrada do vagão mesmo antes do trem parar. Fizemos o mesmo quando a nossa foi anunciada. Fomos descendo as malas que estavam suspensas e colocando no corredor.

Quando estávamos enfileirados no corredor bem próximos à porta, vem uma funcionária que estava no vagão a frente gritando que tínhamos que sentar porque o trem ficaria parado em New York por 20 minutos e que daria tempo de sairmos sem pressa. Com isso voltamos e não colocamos mais as malas onde estavam, acomodamos no espaço no chão mesmo e outras colocamos no colo até chegarmos ao nosso destino.

Como vimos que o trem ficava em torno de 2 a 3 minutos em cada estação, imaginamos que seria da mesma forma na Penn Station. Foi um mico, levamos uma bronca em alto e bom som da americana, todos os outros passageiros olhavam pra gente kkkk.

A viagem foi uma delícia como eu previa. Pra mim viajar de trem é sempre bom. Meus meninos nunca tinham viajado e também aprovaram e para nos deixar ainda mais satisfeitos, ah, e o trem tinha wi-fi free durante todo o trajeto.

trem-amtrak-arthur

Mais sobre essa viagem:

Como alugamos nosso apartamento em New York

Nosso roteiro de 18 dias nos EUA em família

O melhor cachorro-quente de New York

Como é o Radio City Christmas Spectacular

Como é patinar no Bryant Park

Como é o passeio de charrete pelo Central Park

Como foi nossa semana no apartamento alugado em New York

Perrengues dessa viagem em família

Como é o Jersey Gardens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Obrigada por ser tão detalhista! Seu post me ajudou a melhorar minha ida a WDC. Continue nos presenteando com seus doces post!

    • Oi Darlene, fico muito feliz em saber que estou contribuindo com a viagem de uma leitora aqui no blog. Os posts continuarão com certeza. Na volta de sua viagem volte aqui e nos conte como foi lá na coluna do Leitor Viajante :).

  2. Pingback: Museu Nacional do Ar e do Espaço em Washington - Cantinho de Ná

  3. Bacana seu post estou indo para washington agora em maio e de lá vou para ny de trem, estava cheia de dúvidas é receios e vc acabou com todos…. Continue escrevendo sobre suas viagens bjus.

    • Obrigada pela visita Lidiane. Fico feliz em saber que o post foi útil pra você. Com certeza continuarei relatando nossas viagens e deixando dicas para os leitores. Um abraço.

  4. Olá!

    Seu post foi muito bom mesmo! Estava super preocupada de irmos de NY a Washignton DC em 30/12 e sempre carregamos malas grandes. Fiquei aliviada de ver as fotos de malas tão grandes como as nossas… kkkkkk

    • Olá Manoela. Eu também tinha essa preocupação, e antes de viajar pesquisei muito sobre esse assunto e deu tudo certo, como você viu, as malas podem ir no trem tranquilamente, a questão é ter a sorte de entrar num vagão que tenha espaço para colocá-las, se não conseguir, vai trocando de vagão até encontrar um que comporte suas malas. Boa viagem :).

  5. Cynara, parabéns pelo post. Sou sua seguidora fiel, sempre que tenho dúvida sempre pesquiso nos seus post e no da Camila Faria ( a aí Férias), minha dúvida é as bagagens grandes não correm risco de se movimentar e acabar saindo daquele espaço? Fiquei aliviada em poder viajar com as malas grandes. 😉

    • Oi Ana, muito obrigada pelas constantes visitas, é muito bom saber que estamos ajudando outros viajantes a planejarem suas viagens. Quanto às bagagens, nunca aconteceu de nossas bagagens caírem das prateleiras, nem nessa viagem nem em outras de trem em outros destinos. Impossível não é porque não há uma proteção. Acredito que pelo peso isso seja difícil de acontecer. O que você pode fazer se tiver muita preocupação com isso, é prendê-las com correntes nas grades. Espero ter ajudado. Um abraço.

  6. Cynnara, adorei ler seu post.

    Eu viajarei de trem de NY (Ou Stamford, ainda não sei) de trem. Estava muito preocupada com relação as bagagens. Vocês pagaram algo por excesso de bagagem ?

    • Oi Amanda, adorei saber que o post foi útil a você. Não pagamos por excesso de bagagem.Boa viagem.

  7. Oy, Cynara! Muito bom seu post. Queria só tirar uma dúvida com vc. Estou tentando comprar um trecho interno nos EUA pela Amtrack, mas a compra não é concluída. Já tentei três vezes, fiz cadastro, alterei as informações (telefone não americano/canadense, endereço não americano/canadense, autorizei o cartão para compras no exterior) e nada. Já tentei três vezes e não dá certo.

    • Oi Jimena, não sei o que está acontecendo. Quando comprei as nossas não tive nenhum problema.Em qual estágio do processo está dando erro? Qual a mensagem que aparece? Fica difícil lhe dar alguma ajuda sem saber detalhes. Procure ler com cuidado todos os campos para preenchimento. É o que posso lhe dizer diante das suas informações.

      • Oi, Cynara! Obrigada por responder! Então! Escolhi uma round trip NYC-WAS/DC, depois preenchi os dados, informei que endereço e telefone não são dos EUA e nem do CANADÁ. Preencho com os dados do cartão. O site então pede para revisar a compra. Daí eu clico em efetuar pagamento e ele pede para eu não sair da página e nem atualizar enquanto consegue a autorização da compra junto ao meu cartão. Só que não fica registrada na minha conta (criei uma conta no site) nenhuma compra e nunca chega nenhum pedido no cartão de crédito. Já tentei umas cinco vezes. Não sei o que acontece. Mandei um email para eles, eles disseram que responderiam em breve, mas nunca responderam. mais uma vez, obrigada.

        • Jimena, você já tentou contato pelo chat? Na parte superior do lado direito tem uma caixa para falar com Julie. Tenta falar, num robô mas pode ser que você chegue a um atendente físico como acontece com os chats aqui no Brasil.

          • Tentei! Mas a Julie não entende minhas perguntas! kKKKK. Mas deixa pra lá. Vou dar um jeito. Deve ser um problema no site deles relativo a compras feitas de outros países ou então alguma configuraçaõd e segurança no meu computador. Algo assim. Rsrs. Beijo grande e muito obrigada.

            • Estou tentando comprar passagem de NY para Washington e esta dando esse mesmo erro! Tem alguma dica?

              • Olá Luciana, o erro a que você se refere é o de Jimena com relação ao cartão de crédito?

  8. Olá, tudo bem?
    Tenho uma dúvida na questão do check in.
    eles olham documento com nome (conferindo) ou apenas o confirmam o e-ticket?
    Porquê comprei agora para e errei o sobre nome da minha namorada.

    • Oi Victor, quando viajamos não pediram para ver nenhum documento, mas eu acho mais seguro você enviar um email para a Amtrak informando isso que com certeza eles irão lhe orientar se há problema e a necessidade ou não de alterar o e-ticket. Isso já aconteceu comigo mas numa empresa aérea, entrei em contato, solicitei a alteração do sobrenome e recebi o novo email no outro dia.

  9. Olá, muito bom o seu post e me foi muito util, parabéns!! Continue assim! Bem elucidativo, com links, imagens boas informações. Excelente!

    • Muito obrigada Mauricio, é super gratificante quando um leitor nos dá um feed back e quando é positivo melhor ainda.

  10. Olá,
    Muito bom texto, consegui tirar algumas dúvidas!

    Tenho um irmão cadeirante, saberia me dizer se o trem tem acessibilidade? Estou com medo de comprar e deixá-lo na mão lá junto com minha mãe que leva ele.