Em nossa última ida à New York, estávamos com as crianças . Fomos ao teatro com elas mas queríamos sair sozinhos pra curtir um pouco a noite novaiorquina. Como estávamos num apartamento alugado  e nossa ‘sobrinha postiça’ Alex (uma americana que fez intercâmbio na casa de minha irmã) aceitou nosso convite pra passar uns dias em NY pra matarmos as saudades, aproveitamos e marcamos pra ir ao B.B King Blues Club numa noite e ela ficaria com os meninos.

Durante a semana que estaríamos na cidade, a atração do B.B. King Blues Club era uma cantora que não conhecíamos, Oleta Adams, mas pra nós isso não importava, a intenção era conhecer o lugar e sentir de perto como é a diversão americana numa noite de sábado e como  Ricardo adora blues, estávamos no lugar certo. Compramos os ingressos pela internet, pagamos U$ 30 por pessoa.  Apesar de ser um ponto muito turístico, fica na 42St, dividimos a mesa com um casal de americanos de Chicago, além de vermos muitos outros pelo club.

Estávamos com os ingressos impressos, ficamos na fila por quase meia-hora até podermos entrar. O espaço é bem grande, alguns pavimentos onde cada um tem uma atração, incluindo uma loja, á claro. Fomos pra o subsolo, as paredes da escada repletas de posters e cartazes de artistas que já se apresentaram ali. Um grande espaço onde vários ambientes se acomodam de forma que não sabemos onde começa um e termina o outro. Fomos direcionados por uma funcionária a uma área num nível mais baixo com várias mesas.

BBKing NY fila

Na fila na calçada

BBKing escadaria

Ela nos encaminhou pra uma mesa junto ao palco, era pra 4 pessoas. Nos acomodamos e logo depois chegou um casal de americanos, nos cumprimentaram e sentaram-se. Logo depois a garçonete veio nos atender, pedimos vinho e um prato com queijos e o casal pediu uns coquetéis e mais tarde uns salgados.

O show começou uns 15 minutos depois, a banda entrou um pouco antes da cantora. Vimos que a casa encheu, as pessoas cantavam, aplaudiam fervorosamente, Oleta Adams nos surpreendeu. Excelente cantora, toca teclado, excelente banda, ambiente super agradável, nos vimos naqueles filmes americanos onde aparecem as pessoas saindo do trabalho e indo pra um bar bem movimentado com música ao vivo, muita gente, muita conversa, um astral maravilhoso.

BBking banda

BBking Oleta1

Oleta nos teclados

BBKing Oleta2

O club oferece várias atrações, entre elas um famoso brunch. Pode-se comprar o ingresso com jantar no Lucille’s Grill (principal restaurante da casa) depois do show, mas optamos por voltarmos cedo pra o apartamento. Ficamos satisfeitos, depois de 1:30h de boa música, pegamos o metrô de volta pra o Queens. Chegamos meia-noite em ‘casa’. As crianças e Alex dormiam e nós fizemos o mesmo pra encarar o outro dia com todo gás.

Pra quem gosta de boa música, alto astral e gosta de ver como os ‘locais’ se divertem, fica a dica. Ah! Por um preço muito bom.

E para acompanhar nossas viagens, nos siga no Facebook,  Instagramtwitter,  YouTube e no Google+.

Para programar sua viagem, veja o que você pode fazer sem sair aqui do blog

Reservar hotel pelo Booking;  Comprar seu seguro viagem com a Real SegurosAlugar seu carro com a RentalCars; Comprar seu chip pré-pago para nos EUA na Travel Mobile