Continuando nossa viagem  a Fernando de Noronha com crianças. É a hora de relatar o que fizemos por lá, já que essa viagem foi bem voltada para elas.

A grande expectativa era ver animais marinhos, os tubarões eram o grande astro da viagem, mas  eles não apareceram nas praias onde fomos. Um dos dias de nossa estada na ilha foi bem chuvoso, aproveitamos para não ir às praias e visitar os locais fechados. Segue onde foram nossos passeios.

O que fazer em Fernando de Noronha com crianças

Projeto Tamar

É bem menor do que o da Praia do Forte mas não menos interessante.

Fernando de Noronha com crianças

Fernando de Noronha com crianças

Arthur adora essas coisas….

Fernando de Noronha com crianças no Projeto Tamar

Juntos no painel que fica na saída

Museu do Tubarão

Para não dizer que as crianças não tiveram nenhuma visão dos tubarões, no Museu do Tubarão eles viram fotos e ossadas dos tão aguardados animais.

Fernando de Noronha com crianças

Museu-do-tubarão1

Museu tubarao Arthur

Foto que fica na parede, as crianças posaram deitados no chão pra simular a proximidade

Roberta-e-Gui-boca-tubarão

O acesso ao museu é gratuito, tem um pequeno quiosque que serve alguns petiscos à base de carne de tubarão.

Praia do Porto

Como tudo era diversão, durante uma passada na Praia do Porto na tentativa de vermos arraias e tubarões, um barco pesqueiro havia chegado e claro que as crianças fizeram questão de registrar o que acabava de chegar…

os 3 com os peixes

Como estávamos sem um roteiro pré-definido, a cada dia que acordávamos víamos as possibilidades acessíveis, isso porque o carro da família anfitriã estava à nossa disposição.

Visitar as principais praias

Tomamos banho na Conceição, Baía dos Porcos, Sueste, Praia do Porto, Praia do Bode e passamos caminhando pela Cacimba do Padre e tiramos fotos na Praia do Cachorro, as demais, exceto Atalaia que não visitamos, não era possível acesso ao mar, as fotos foram de cima.

Claro que naquelas onde foi possível banho o tempo de permanência era maior. Até jogo de futebol na Conceição fez parte da diversão.

futebol-na-ConceiçÃo

O acesso à Baía dos Porcos não é fácil, mesmo com a maré baixa, que é a hora ideal, tem muitas pedras e com crianças de colo é impossível. Como nossos filhos já são grandinhos, nos aventuramos antes mesmo da maré baixar totalmente, até porque com a passagem do Suel naquele dia, o nível do mar não iria baixar tanto e o vento aumentava as ondas.

Foi tudo tranquilo, só não foi  possível aquele banho na linda baía com piscinas naturais que se formam entre as pedras.

Encontramos um lugar calmo pra nos sentar, conversar e curtirmos o visual que é maravilhoso em qualquer ponto da ilha. E as crianças aproveitando cada espacinho, cada bichinho que aparecia, tudo era motivo de folia!

banho Baía dos Porcos

Banho na Baía dos Porcos

Brincando de escalar as pedras

caranguejo Baía dos Porcos

Vimos muitos nas pedras durante o banho

Caminhar pelas areias de uma praia a outra é um passeio muito agradável e nada cansativo porque na maior parte delas, uma é muito próxima da outra.

Saindo da Baía dos Porcos, passando pela Cacimba do Padre, chega-se à Praia do Bode rapidinho, a vista é encantadora. Encontramos muitas pessoas caminhando, grupos tomando sol (mesmo estando bem fraquinho), outros brincando de dar peixe na boca dos pássaros, outros namorando…

Arthur pássaro

Arthur tentando dar comida aos pássaros

Já no Sueste, que é uma das praias que é preciso levar a carteirinha que dá acesso ao Parque, tem um mergulho monitorado para ver tubarões, arraias e principalmente tartarugas.

Todos já haviam feito esse mergulho, menos Arthur, mas ele teve as companhias de Maria Fernanda e de Camila na aventura.

Como comentei os tubarões não apareceram, mas peixes, arraias e tartarugas ilustraram a visão das crianças que voltaram muito satisfeitas. Como estávamos com Dione, nossa anfitriã, ela negociou o valor do mergulho e fechamos por R$ 40,00 cada criança, mas pra falar a verdade não sei o preço real.

Ficamos um bom tempo dessa praia, o sol estava lindo, o que favoreceu muita conversa na areia como na água.

Crianças no Sueste

Banho no Sueste

Mergulho no Sueste

Saindo pra o mergulho. É obrigatório o uso de colete e máscara e pra quem quiser pés de pato (material pago à parte)

Passeio de barco com planasub

Mas o passeio que ganhou a preferência de todos foi o do barco com planasub. Fizemos no começo de uma manhã, além de nós e dos marinheiros, apenas uma pessoa estava a bordo. Foi muito gostoso.

O mar não estava tão limpo por causa da chuva do dia anterior, mas mesmo assim pudemos ver peixes e o naufrágio do navio na Praia do Porto.

planasub juntos

A paisagem durante o passeio é deslumbrante e claro que os golfinhos não podiam faltar. Eles se exibem próximo ao barco, nadam do lado, pulam, sabem que estão sendo admirados.

Já comentei no post anterior, mas aqui vai novamente, valor do passeio R$ 90,00 por pessoa e R$ 40,00 o planasub.

barco

Roses e Jacks kkkk 

golfinhos em Fernando de Noronha com crianças

Eu e Arthur barco em Fernando de Noronha

Eu estava no passeio hein!

O resumo dessa viagem

Ir a Fernando de Noronha com crianças foi uma viagem muito especial, não tínhamos hora para nada e com as crianças já crescidas nem para as refeições.

Cacimba

Cacimba do Padre

castelo sancho

Castelo no Sancho

Bar do Cachorro

Em frente ao Bar do Cachorro

Fernando de Noronha com crianças

Mãe e filha na Cacimba do Padre

Arthur e Gui Bode

Praia do Bode

Arthur e Gui porto

E pra fechar…esses momentos não têm preço!

Minhas dicas para uma viagem a Fernando de Noronha com crianças

– Se seu filho é muito pequeno, espere um pouco pra levá-lo à Fernando de Noronha, muitas atrações não poderão ser aproveitadas;

– Leve pouca roupa, é bom ter mais de uma peça de banho (biquíni e sunga). Shorts e camisetas são o figurino padrão na ilha e mesmo essas leve poucas porque com certeza você vai comprar nas diversas lojinhas e usá-las durante a viagem;

– Como não fizemos nenhuma trilha não usamos tênis, mas se pretende fazer são indispensáveis. Pras crianças um par de Crocs e um de Havaianas são suficientes;

– Baía dos Porcos e Sancho não recomendo pra crianças com menos de 5 anos. No Sancho a escadaria é muito alta e não dá pra segurar na mão porque é muito estreita e nos Porcos o acesso pelas pedras pede firmeza nas pisadas além de orientação dos pais por onde andar;

– Alérgicos a insetos não esqueçam repelente, eu e Arthur voltamos cheios de picadas nas pernas mesmo usando muito, mas não foi o suficiente, usem sem dó;

– Protetor solar, protetor solar, protetor solar e pra garantir mais conforto, camisa com proteção UV;

– O passeio de barco com planasub é imperdível (pra crianças que saibam nadar e tenham pelo menos 6 anos);

– O mergulho no Sueste é muito legal pra todas as idades (fizemos na viagem anterior) mas o mar tem muito sargaço na parte mais rasa;

– Com exceção da Praia do Porto, todas têm mar forte, crianças sempre acompanhadas por um adulto, a não ser nas piscinas no Bode e na Baía dos Porcos com a maré baixa;

– Volto a salientar sobre alimentos, se seu filho tem restrições com alimentação, leve o que puder na mala, suprimentos podem faltar na ilha;

– Leve a farmacinha de seu filho;

– O  Museu do Tubarão e o Projeto Tamar são paradas obrigatórias e não exigem muito tempo;

– Se é a primeira vez na ilha, contrate um bugueiro pra fazer o Ilha Tour, se tem uma geral da ilha e depois disso pode alugar um buggy ou usar o transporte local e com certeza suas perninhas.

E para não ficar com esse visual só pra mim, outro pôr-do-sol que registrei…

Fernando de Noronha com crianças

Para salvar no Pinterest

E para acompanhar nossas viagens, nos siga no Facebook,  Instagramtwitter,  YouTube, Pinterest e no Google+.

Para programar sua viagem, veja o que você pode fazer sem sair aqui do blog

Reservar hotel pelo Booking;  Comprar seu seguro viagem com a Seguros PromoAlugar seu carro com a RentCars; Comprar seu chip pré-pago para os EUA e Europa na Easy Sim 4U e fazer câmbio na MelhorCâmbio.