banner

Maragogi e as praias próximas do litoral Sul

São Miguel dos Milagres

Vai à Maragogi? Pretende fazer um bate-volta às praias próximas? Nesse post vou dar dicas de como visitar e quais praias do litoral Sul valem a pena estando uns dias na cidade.

Como já comentei no post Maragogi e as praias vizinhas no litoral Norte, esse passeio é super válido para quem vai ficar mais de 3 dias para aproveitar sem pressa o que aquele lindo litoral tem a oferecer.

São várias praias, umas mais estruturadas, outras super desertas, mas todas com uma beleza própria e com suas peculiaridades.

Placas na BR para praias

Como ir

– Por conta própria se estiver com um carro alugado

– Contratando um tour em receptivos

– Contratando um buggy

Quando ir

– Entre os meses de setembro e meados de maio quando praticamente não chove

– O ideal é sair no começo da manhã para aproveitar o dia todo

Praias próximas mais conhecidas

Japaratinga

Porto de Pedras

Patacho

São Miguel dos Milagres

Vamos a cada uma delas

Japaratinga

Fica vizinha à Maragogi para quem vai no sentido de Maceió. Em menos de 10 minutos pela BR chega-se à entrada da cidade.

Placa de Japaratinga

Japaratinga não faz parte do município de Maragogi, mas como fica vizinha, faz parte do roteiro de quem reserva alguns dias para conhecer a Costa dos Corais.

A cidade é pequena, mas tem tudo de uma cidade do interior.

O acesso à praia pode ser pela área urbana, mas o melhor do visual é entrar á direita na pracinha e seguir em frente acompanhando a inclinação da rua principal que leva até o outro lado da praia. A estrada é calçada e em alguns trechos tem uma vista linda da praia.

Mirante em Japaratinga

Estrada em Japaratinga

Pelo caminho muitos restaurantes especializados em frutos do mar, muitas pousadas, hotéis com sistema Day use, e muitas casas de veraneio.

Um ponto muito visitado é o Mirante Aruanã. De lá se tem uma vista linda da costa que circunda Japaratinga.

Mirante Aruanã em Japaratinga

Praia de Japaratinga

Vista da praia de Japaratinga

A praia não é uma maravilha para banho, em alguns trechos tem pedras e em outros mais afastados, ondas que chamam a atenção dos surfistas.

mar de Japaratinga

É uma praia ideal para passar um dia, como tem muitos restaurantes tanto à beira-mar como no alto que proporcionam uma linda vista, é possível curtir um bom petisco e um almoço.

Tomar banho de mar (a maioria dos estabelecimentos têm acesso ao mar através de escadas) e depois se refrescar nos chuveirões dos restaurantes é um ótima opção, e para quem quer curtir uma piscina, há ainda os hotéis com sistema day use.

Praia de Japaratinga

Mas, para quem quer apenas apreciar o visual, tirar lindas fotos está no caminho para a vizinha Porto de Pedras.

Porto de Pedras

Há 2 formas de chegar a Porto de Pedras: seguindo por Japaratinga e pegar a balsa que leva até o outro lado do rio, ou ir pela BR e entrar em Porto Calvo.

Nós fomos por Japaratinga, como já falei, o visual é lindo e queríamos ver como era a travessia de balsa.

Para chegar ao ponto da balsa não tem erro, basta seguir em frente o tempo todo por Japaratinga.

Depois de passar pelo ponto mais alto da praia, continue descendo até o nível do mar e siga em frente até chegar numa curva onde tem a placa ‘Balsa’. Dobre à direita e já estará na rua que dá acesso ao transporte.

Placa de entrada da balsa para Porto da Pedra

Chegando na rua, pare logo atrás do último carro. Dependendo do tamanho da fila vale a pena descer e ficar sentado numa mesa do pequeno bar que fica ao lado do ponto de embarque, caso contrário, não precisa descer logo do carro.

Como funciona o transporte da balsa

Nos feriados e finais de semana, sempre há fila para o embarque. São 2 balsas, uma que leva 4 carros e outra 6. O valor do trajeto é R$ 13,00 o carro de passeio. Outros veículos têm valores diferetnciados.

Rua para pegar a balsa para Porto da Pedra

No bar tem banheiro, mas aviso logo que é super simples. Oferece refrigerante, cerveja, água de coco, água e picolé caríssimo, coisa de R$ 10 um de coco!

Em frente a ele, algumas placas explicando sobre a área de preservação ambiental da qual faz parte Porto de Pedras.

Para embarcar é proibido que os passageiros fiquem no veículo, apenas o motorista fica no carro e logo que o acomoda na balsa, tem que sair.

Balsa para Porto da Pedra

Caso chegue ao ponto de embarque e não tenha balsa nem carro esperando, pode ligar para o número que tem na placa que a bolsa sai do outro lado pra vir pegar quem precisa atravessar.

Vista de Porto da Pedra

Balsa de Porto da Pedra para Japaratinga

A balsa é bem simples, tem coletes salva-vidas, placa com normas de segurança e um espaço na frente com bancos pra quem quiser sentar, dá pra 3 adultos em cada.

O percurso dura 5 minutos. Rapidinho chega-se ao outro lado que já é a cidade de Porto de Pedras.

Balsa em Japaratinga

Seguindo sempre em frente, é o caminho para as praias de Patacho e São Miguel dos Milagres.

Projeto Peixe-Boi

Chegando ao outro lado, quando sair da balsa vire à esquerda na primeira rua. É por ela que chega-se à praia, à Associação Peixe-Boi que é a maior atração do lugar.

Projeto Peixe-Boi faz um passeio de barco e segue pelo Rio Tatuamunha onde o animal vive. Mas para conseguir conhecer, é preciso agendar com antecedência porque são apenas 70 pessoas por dia.

Quando fomos pra Porto de Pedras estávamos sem as crianças, optamos por conhecer o projeto quando voltarmos com elas.

Associação Peixe-Boi em Japaratinga

Associação Peixe-Boi em Japaratinga

Para quem vai fazer o passeio para ver o Peixe-Boi, fique atento para não passar da sede da associação. Saindo da balsa, pegue à esquerda como comentei e siga em frente o tempo todo, não é logo depois, não sei ao certo a distância, mas é cerca de 2km depois. Fica do lado esquerdo da rua, mas claro que quem preferir, pode perguntar aos moradores da cidade pela rua.

A cidade de Porto de Pedras

Porto de Pedras é uma cidadezinha muito pequena. Percebemos muitas casas de estilo colonial misturadas às novas construções. Algumas muito bem conservadas, outras nem tanto e outras abandonadas.

Porto da Pedra Alagoas

Ruas de Porto da Pedra

Nosso conselho é fazer o passeio do rio ou seguir em frente até Patacho. No caminho, passa-se por um povoado chamado Tatuamunha, não resisti a essa igreja na beira da estrada….paramos o carro só pra fotografá-la.

Esses são momentos de uma viagem de carro que pra mim fazem o diferencial, parar diante do que nos chama atenção.

Caminho para praia Patacho

O passeio a Porto de Pedras tem 2 objetivos distintos: conhecer o projeto Peixe-Boi, esse ideal para quem vai com crianças e/ou gosta de passeios ecológicos; fazer a travessia de balsa e seguir pela estrada até as praias vizinhas.

Patacho

Gente, essa praia é tudo que há de bom para quem curte uma praia sossegada (como nós), um mar verde/azul deslumbrante, uma brisa deliciosa…

Não tem uma placa sinalizando a entrada da praia, fomos sempre em frente pela estrada e resolvemos entrar à esquerda numa rua que tinha uma comunidade à beira da estrada.

Entrada para Patacho

A estrada é de barro, a praia não é longe, fica a menos de 1km da estrada. Passamos por algumas pousadas e uma que tem um restaurante que mais tarde vimos muitas placas com a marca: Amor.

Inclusive na entrada que pegamos tem uma plaquinha dele :).

A praia

Bom, chegamos à beira-mar e nossa primeira vista foi essa…

Praia de Patacho

Paramos o carro numa sombra de coqueiro e fomos pra areia.

A maré estava bem baixa, e a praia bem deserta como esperávamos.

Mar de Patacho em Alagoas

Um pouco distante da margem, com a maré baixa formam-se bancos de areia e pode-se contratar barcos para chegar até lá. No ponto onde paramos o carro vimos uma placa com um contato para o passeio, não contratamos, vou deixar aqui para quem tiver interesse.

Passeio às piscinas de Patacho

Beira-mar de Patacho

passeio de barco em Patacho

Em Patacho há várias pousadas, a maioria com restaurantes, o que torna possível ficar curtindo a praia sem precisar sair para comer.

Tem uma cidadezinha que dá apoio, Porto da Rua, tem pequenos mercadinhos, farmácia, posto médico para a comunidade mas que serve ao turista que precise de alguma coisa num imprevisto.

Na volta, vimos que logo após o posto de gasolina da estrada, o único entre Porto de Pedras e Patacho, há uma placa para Pousada Patacho, não entramos mas soube que tem acesso a uma bela vista da praia.

Para quem não vai se hospedar em Patacho, é uma praia para se apreciar o visual sentado numa canga na areia, dar um bom mergulho no mar e relaxar.

Com exceção das pousadas que abrem os restaurantes a quem não é hóspede, não tem estrutura de bar, apoio zero. É bom saber que quem vai com crianças precisa estar bem preparado :).

São Miguel dos Milagres

A mais famosa e badalada das praias mais próximas à Maragogi. O reveillon de lá é disputado até por celebridades.

Fica a mais ou menos 1:30h de Maragogi, sem considerar as paradas nas praias que ficam pelo caminho (as que já mencionei acima).

São Miguel dos Milagres é um município com pouco mais de 7.000 habitantes, tem uma cidade maiorzinha do que as outras que passamos pelo caminho, mas ainda bem pequena, nada comparada com Maragogi e Japaratinga.

São muitas placas de pousadas e restaurantes pela estrada, mas o que achei bem chato foi que o acesso à praia é bem restrito principalmente na Praia do Toque.

Toque é a que abriga o maior número de pousadas. Por causa delas o acesso se torna difícil, quem não está na pousada não consegue ir à praia!!!!

E quem vai só passar o dia, como faz?

Entre na cidade, pegue à esquerda e vai chegar na beira-mar, simples assim. Lembrando que passa toda a área da Praia do Toque pra chegar ok?

Praia do Toque

Ruas de São Miguel dos Milagres

Chegando à beira-mar, pode parar logo no primeiro restaurante que fica em frente ou entrar à direita e seguir um pouco mais. Terão outros restaurantes.

Nós paramos no primeiro e descemos. Vimos uma placa com contato para passeio às piscinas. Conversamos com o dono do bar e ele nos disse que também poderia entrar em contato com o barqueiro.

Beira-mar de São Miguel dos Milagres

E a praia?

Um encanto. Sou suspeita pra falar porque todos que acompanham o blog sabem que somos fissurados por praia né? Mas não é exagero, São Miguel dos Milagres é um ‘milagre’ de Deus, com trocadilho mesmo kkkk.

O mar é demais, uma faixa de areia ampla, fomos num dia de maré baixa, mas mesmos assim vimos que o mar não enche tanto.

Praia de São Miguel dos Milagres

Mar de São Miguel dos Milagres

barco de passeio em São Miguel dos Milagres

Vimos outros restaurantes à beira-mar que servem almoço, tem banheiros e oferecem cadeiras com sombrinhas.

Bares em São Miguel dos Milagres

Era meio da semana quando fomos, a praia estava bem deserta, ideal para quem quer aproveitar essa beleza da natureza.

A dica em São Miguel dos Milagres é não entrar nas pousadas, cobram muito caro pelas refeições e nem todas abrem para o público.

Não perca tempo procurando, vá direto pela cidade que você vai curtir a praia muito bem.

E na estrada, preste atenção à sua volta, muitas vezes passamos despercebidos por imagens que poderiam ficar registradas em nosso álbum de viagem.

Caminho para São Miguel dos Milagres

Deu pra ter uma ideia de como é um bate-volta pra conhecer as praias próximas à Maragogi no litoral Sul?

Dá pra passar um dia muito gostoso passeando por belas praias conhecendo mais uma parte do litoral alagoano.

Lembrando que quem optar em contatar um buggy, deve negociar bem antes de seguir viagem. Normalmente eles não param nas praias pra banho, tem que se conversar antes e amarrar os objetivos.

Outra opção para voltar e não pegar a balsa, é sair pra BR, de Porto de Pedras e de São Miguel dos Milagres tem acesso à estrada. O percurso aumenta em mais ou menos 40km.

Dicas

– Antes de programar a viagem para Maragogi, dê uma olhada na tábua das marés, ir até lá sem visitar pelo menos uma das piscinas é um pecado;

– Quem tiver máscara e snorkel, não deixe de colocá-los na mala, são imprescindíveis;

– Sapatilhas para caminhar nas pedras também ajudam muito. Mesmo sem poder ficar em pé nos corais, muitas vezes pode-se pisar sem querer num ouriço ou em pequenos pedaços dos corais que se desprendem;

– Quem não tiver câmara à prova d’água ou capa para celular, não deixe de comprar uma câmara descartável com essa função, as fotos aquáticas são um show à parte;

– Protetor solar, camisa com proteção UV e boné/chapéu não podem ficar de fora da bolsa, não tem onde se proteger do sol na maioria das praias;

– As praias são ainda bem nativas, sem grandes estruturas, antes de programar o passeio, pense no que deve levar que poderia lhe fazer falta. Uma toalha, uma muda de roupa, enfim, vai de cada um como se sente após um banho de mar onde pode não ter lugar para tirar o sal por exemplo :).

Quem já visitou essas praias e tem alguma experiência pra acrescentar aqui? Use o espaço dos comentários, outros leitores agradecem :).

Mais sobre Maragogi:

Maragogi e as marisqueiras de São Bento
Maragogi: tudo sobre as famosas piscinas naturais

E para acompanhar nossas viagens, nos siga no Facebook,  Instagramtwitter,  YouTube e no Google+.

Para programar sua viagem, veja o que você pode fazer sem sair aqui do blog

Reservar hotel pelo Booking;  Comprar seu seguro viagem com a Real Seguros; Alugar seu carro com a RentalCars; Comprar seu chip pré-pago para nos EUA na Travel Mobile

E para acompanhar nossas viagens, nos siga no Facebook,  Instagramtwitter,  YouTube, Pinterest e no Google+.

Para programar sua viagem, veja o que você pode fazer sem sair aqui do blog

Reservar hotel pelo Booking;  Comprar seu seguro viagem com a Seguros PromoAlugar seu carro com a RentCars; Comprar seu chip pré-pago para os EUA e Europa na Easy Sim 4U e fazer câmbio na MelhorCâmbio.


Tags:
· ·
Categorias:
Brasil 🇧🇷 · Maragogi · Onde fui

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Guia Para Viajar por Conta Própria

Receba agora gratuitamente em seu email o
eBook "Como Tornar Possível Aquela Viagem
dos Seus Sonhos".

✔️  Como Escolher o Destino da sua Viagem;

✔️  Quando Comprar Suas Passagens;

✔️  Como Reservar Seu Hotel;

✔️  Como Montar um Roteiro de Viagem...

You have Successfully Subscribed!

Pin It on Pinterest

Share This
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
Menu Title