banner

O que não posso deixar de fazer antes de viajar

Às vésperas de nossa viagem romântica para a Colômbia, aquela viagem surpresa para o marido que estou organizando lembram? Se não, vejam aqui. Estou na fase de listar tudo o que não posso deixar de fazer antes de viajar. Se eu esquecer alguma coisa importante, nossa viagem pode virar um problema, e isso ninguém quer certo?

Para contribuir com a organização das viagens de outras pessoas, resolvi listar o que faço  antes de qualquer viagem nossa e quando está mais perto, listo o que preciso imprimir e que ainda falta resolver. Seja a dois ou com as crianças.

A primeira coisa que eu faço quando defino uma nova viagem, é criar uma pasta no meu email com o nome do destino, exemplo Viagem San Andrés. Nela vou colocando todos os vouchers, confirmações de reservas, passagens e tudo o que for recebendo de documentos relativos a ela. Assim fica bem mais fácil resgatar tudo o que precisarei levar comigo impresso, e caso precise, terei acesso pelo celular ou de algum computador.

Documentos

o-que-nao-posso-deixar-de-fazer-antes-de-viajar-documentos

– Se o país de destino exige apresentação do passaporte, veja com pelo menos 3 meses de antecedência a validade do seu, caso esteja perto de vencer, dá tempo de agendar e receber o novo;

– Se for alugar um carro, pesquise se o país exige carteira de motorista internacional, a chamada PID,  se positivo, ela pode ser solicitada facilmente pelo site do Detran, cada estado tem o seu valor.

– Procure saber se o país exige carteira internacional de vacinação, se positivo, é preciso que você tome a vacina exigida (geralmente febre amarela) e leve ao posto da ANVISA de sua cidade para ser emitida a carteira internacional. A vacina tem validade de 10 anos. Caso tenha tomado a vacina em outra ocasião, é preciso levar à ANVISA o cartão comprovando. Aqui em Recife o posto da ANVISA que emite essa carteira fica no aeroporto. Procure saber onde fica em sua cidade.

IMPORTANTE – A vacina tem que ser tomada em no máximo 10 dias antes da viagem.

– Sempre leve sua carteira de identidade ou de motorista mesmo que seja preciso levar o passaporte, como esses documentos têm foto, em caso de perda/ roubo do passaporte, eles podem ser apresentados em algumas situações;

Veja aqui como foi quando meu passaporte foi furtado em Orlando

– Se tiver comprado seguro viagem, imprima a apólice; se for usar o do cartão de crédito, ligue antes pra saber se é preciso levar a apólice e pegue o telefone que lhe dará suporte caso precise, o número muda de acordo com o país/ continente dependendo da bandeira e do banco;

– Tire cópias coloridas de todos os documentos que vai levar:  página do passaporte que tem seus dados, página do visto (quando necessário), da CNH principalmente se for alugar carro, da identidade, da carteira de vacina (se necessário levar), da apólice do seguro viagem, da parte da frente dos cartões de crédito que vai levar. Um tempo atrás eu autenticava, mas fiquei sabendo que nossa autenticação não tem validade em outros países, então não autentico mais;

Reservas

o-que-nao-posso-deixar-de-fazer-antes-de-viajar-trem

– Imprima todas as reservas feitas com antecedência: hotéis, locadora de carro, restaurantes, tickets de trem, ônibus turísticos, etc;

Vouchers

o-que-não-posso-deixar-de-fazer-antes-de-viajar-voucher

– Imprima todos os vouchers de shows, ingressos e passeios que já estão pagos;

Roteiros

– Eu nunca viajo sem um roteiro, antes de irmos para qualquer lugar, pesquiso o máximo que posso a respeito para chegar ao destino sabendo mais ou menos o que iremos encontrar, onde estamos pisando. Fico bem mais segura e não perdemos tempo sem sabermos pra onde ir, que direção tomar. Imprimo e o arquivo também fica guardado na pasta da viagem.

Uma dica é escrever o roteiro dividindo por dias, 1 página para cada dia, mesmo que não esteja completa, isso ajuda a não levar vários papéis desnecessários na bolsa e na volta no final de cada dia, jogo fora aquela folha;

Celular

o-que-nao-posso-deixar-de-fazer-antes-de-viajar-chip

– Esse item pra mim é muito importante, não viajo sem ele. Procure saber como funciona o wifi nos hotéis onde irá se hospedar, se as empresas de telefonia móvel oferecem chips pré-pagos sem contrato, e em último caso, esse geralmente o mais caro, acione o roaming internacional de sua operadora aqui no Brasil.

Eu sempre pesquiso antes de viajar sobre os chips pré-pagos sem contrato porque sempre têm o melhor custo x benefício. Se vamos para os EUA, eu uso o da Travel Mobile que é nossa parceira aqui no blog, e eles agora estão oferecendo para a Europa também. Mas em outros lugares eu pesquiso nos sites das operadoras e vejo as opções, já saio daqui com a opção escolhida. Chegando ao destino, procuro logo uma loja e compro, pode ser até no aeroporto mesmo quando tem :).

Malas

– Já pensou você ir pegar sua mala no armário e perceber que o zíper ou a alça estão com problema? Na última viagem o zíper deu problema, mas como você já estava voltando pra casa deu um jeito e chegou, mas guardou a mala sem consertar….e aí? Cheque com pelo menos 15 dias de antecedência a mala que pretende levar. Se precisar de algum reparo dá tempo e isso não vai lhe gerar uma dor de cabeça em cima da hora.

– Se você é adepto de lacrar as malas com o protect bag ou similar, aquele filme plástico que tem um stand em frente aos balcões nos aeroportos, procure se informar com quem já foi ao destino se no aeroporto tem esse serviço, eu tenho umas malas Kipling que sempre embalo, mas em Las Vegas por exemplo, no embarque não tem esse serviço (isso no terminal que embarcamos geralmente). No caso, você não perde tempo procurando, ou não leva ‘aquela’ mala que você tem ciúme (meu caso) ou compra filme plástico no supermercado e embala você mesma no hotel (essa opção eu não encaro, prefiro levar outra mala ou embarcar e entregar a Deus :)).

– Confira no site da cia aérea os limites de peso e medidas das malas. Algumas, mesmo você pagando o excesso, não permitem que sejam despachadas por causa das medidas, a não ser que entrem como ‘volume especial’ e as taxas são bem mais altas;

Informações que variam de uma viagem pra outra

– Tudo que for a ‘sua primeira experiência’ deve ser checado. Por exemplo: você vai viajar pela primeira vez com um cia aérea e precisará fazer uma conexão, pode ser uma coisa que não passe pela sua cabeça já que geralmente nesses casos nossas malas são levadas de um avião para outro diretamente pela cia aérea, mas LIGUE para saber como ficará sua bagagem. A política muda de acordo com cia aérea, com o aeroporto, com a quantidade de horas da conexão… nós já fizemos conexão de 8 horas no Panamá e nossas malas ficaram no aeroporto, só levamos a bagagem de mão. Já em Bogotá, teremos conexões de uma noite e soube que acima de 4 horas, é preciso pegar as malas e despachá-las novamente.

– Compras feitas do Duty Free. Além do volume comprado, depende da regra tarifária. Nós já passamos por situações distintas. Meu marido comprou uma caixa de whisky e despachamos normalmente no balcão da cia aérea sem pagarmos nada a mais, mesmo estando com 2 malas de 32kg cada, e em outra ocasião semelhante, tivemos que pagar R$ 240,00 pelo excesso porque nossas passagens haviam sido emitidas por milhas e o ‘perfil’ tarifário não dava direito a nenhum volume além do de nossas malas.

Contatos

– No dia anterior a nossas viagens, envio um email para algumas pessoas da família que ficarão aqui, meus irmãos e uma irmã de Ricardo. Se nossos filhos não estiverem junto, imprimo o roteiro e deixo na porta da geladeira. Além do roteiro, mando em separado os nomes dos hotéis com as datas e os telefones e datas e números dos voos e/ou trens que iremos pegar. Assim eles saberão onde estaremos e não terão que ficar olhando o roteiro caso precisem entrar em contato com alguma urgência.

Curiosidade

Passamos por um susto durante uma viagem a Natal. Faz um tempão já, mas serviu de lição. Meu cunhado era residente de medicina e contraiu meningite com um paciente. Fomos de carro para Natal, fomos parando nas praias do Rio Grande do Norte até chegarmos ao nosso destino, saímos no comecinho da manhã e chegamos quase 1oh da noite no hotel. Tinha um recado de minha mãe, pedia que eu ligasse pra ela assim que chegássemos. Fiz isso e soube que meu cunhado havia sido internado assim que partimos e que estava em coma. Voltamos no outro dia às 5h da manhã. Deu tudo certo, ele conseguiu reagir. Mas se que não tivesse deixado o contato do hotel ela não teria como me avisar porque na época não existia celular.

Com tudo isso feito…

Faça as malas, se não tiver uma bolsinha pequena com zíper, coloque tudo num envelope ou divida por cidades, é assim que eu prefiro, coloco tudo de uma cidade junto e as cópias dos documentos em outro ou numa bolsinha.

Leve os originais em sua bolsa, eu nunca coloco na bagagem de mão, vai que sou roubada no aeroporto como vemos tantas histórias do tipo….chegando no hotel, ande com as cópias e deixe os originais guardados, eu prefiro escondidos numa mala, não confio em cofres de hotel.

Vá pegando os vouchers e reservas de acordo com a necessidade.

Curiosidade

Numa viagem em Las Vegas, fui pagar uma compra com meu cartão de crédito, apresentei a cópia do meu passaporte, a moça do caixa disse que da próxima vez só aceitaria o original. Fiquei com receio e numa viagem a Orlando após esse episódio, levei para o outlet o original e fui furtada. Na ocasião eu não sabia que poderia apresentar minha CNH ou identidade no lugar do passaporte, o que eles querem é um documento com foto. Depois disso eu levo a CNH original comigo na bolsa, caso peçam um original com foto eu apresento. Temos que estar preparados para todo tipo de situação, ou pelo menos, tentar estarmos né?

Depois disso, vá curtir sua viagem e encare os imprevistos como fatos corriqueiros, eles sempre acontecem e não podemos permitir que tirem o brilho e entusiasmo da viagem.

O que você não pode deixar de fazer antes de viajar além do que listei? Acrescenta lá nos comentários. Todas as dicas de viajantes são muito bem vindas.

E para acompanhar nossas viagens, nos siga no Facebook,  Instagramtwitter,  YouTube e no Google+.

Para programar sua viagem, veja o que você pode fazer sem sair aqui do blog

Reservar hotel pelo Booking;  Comprar seu seguro viagem com a Real SegurosAlugar seu carro com a RentalCars; Comprar seu chip pré-pago para nos EUA na Travel Mobile

E para acompanhar nossas viagens, nos siga no Facebook,  Instagramtwitter,  YouTube, Pinterest e no Google+.

Para programar sua viagem, veja o que você pode fazer sem sair aqui do blog

Reservar hotel pelo Booking;  Comprar seu seguro viagem com a Seguros PromoAlugar seu carro com a RentCars; Comprar seu chip pré-pago para os EUA e Europa na Easy Sim 4U e fazer câmbio na MelhorCâmbio.


Tags:
·
Categorias:
Mil Assuntos

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Guia Para Viajar por Conta Própria

Receba agora gratuitamente em seu email o
eBook "Como Tornar Possível Aquela Viagem
dos Seus Sonhos".

✔️  Como Escolher o Destino da sua Viagem;

✔️  Quando Comprar Suas Passagens;

✔️  Como Reservar Seu Hotel;

✔️  Como Montar um Roteiro de Viagem...

You have Successfully Subscribed!

Pin It on Pinterest

Share This
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
Menu Title