banner

Viagens gastronômicas – Chocolate

E mais um post da série Viagens gastronômicas. Quando escolhi o tema desse post, imaginei que receberia muitas fotos, mas a quantidade me surpreendeu. Será que ser chocólatra é uma caracterísitica de todo viajante?

No início de minha infância eu era alérgica a chocolate, depois dos 5 anos a alergia passou mas eu não tinha o hábito de comprar muito menos de comer, hoje em dia eu gosto mas não sou louca por chocolate, meu marido é um chocólatra assumido, sempre tem um guardado na mesinha de cabeceira dele…mas em viagens sempre temos em nossas bolsas algumas barrinhas pra ficarmos beliscando como lanche, principalmente em lugares frios porque ajuda a aquecer. Mas vamos lá ao que nos interessa….

1528 foi o ano que marcou a chegada das primeiras favas de cacau a Bruges, na Bélgica. O responsável por esse feito foi Hernán Cortés que as levou para o imperador Carlos V. Durante seu governo, o duque de Alba introduziu o chocolate nos Países Baixos. Inicialmente era consumido como bebida, como os maias e astecas. Mas no séc. XIX, o chocolate em barras foi inventado pelas fábricas suíças e inglesas quando realizaram experimentos com o cacau.

Porém foram os belgas os responsáveis pelo chocolate recheado, em 1912 quando Jean Neuhaus apresentou a novidade. As famosas ballotins (caixas que acomodam chocolates e pralinés) foram introduzidas juntamente com a novidade.

Até hoje os chocolates belgas têm uma excelente reputação, são feitos com grãos de primeira qualidade cuidadosamente selecionados.

Para quem ama chocolates e tem curiosidade em saber tudo sobre sua origem, o Choco-Story , museu do chocolate em Bruges, conta sua história desde sua origem até hoje. O museu fica num prédio histórico do séc. XV numa antiga taberna de vinhos.

Sugestões

Ainda não conheço a Bélgica, meu filho foi pra lá durante o intercâmbio e voltou encantado com o que viu. Mas recebi uma dica de uma leitora de onde encontrar um tradicional chocolate em Bruges.

Pralinette Wollestraat 31b (Store and production) 8000 Brugg; www.pralinette.be

Maior loja de chocolates de Bruges, é uma empresa familiar onde o cliente pode ver a produção na hora. Não usa adição de açúcar no seu chocolate. A verdadeira manteiga e creme de leite fresco garantem uma qualidade superior e mais saudável. Produzem 83 tipos diferentes de bombons.

Adriana Bruges chocolate

Adriana Ruhmke mais uma vez colaborou com a série. Vitrine em Bruges.

Chocópolis Rue du Marché aux Herbes 81‎, 1000 Bruxelles; www.chocopolis.com

Projetada com a finalidade de proporcionar ao visitante uma visão da fábrica, a Chocópolis tem sabores de bombons de chocolate, como manga, jasmin, hortelã, gengibre, rosa entre outros além dos tradicionais avelã, pistache, nozes…

Adriana chocolate Bruxelas

Contribuição de Adriana Ruhmke

Cailler Rue Jules Bellet 7, Broc CH-1636, Suíça; www.cailler.ch

Apresenta todo o processo de fabricação do chocolate durante uma visita. A degustação no final do passeio fecha com chave de ouro e por que não dizer com água na boca?

Adriana chcocolate Suica

Olha aí a Adriana Ruhmke em sua visita à Cailler

Die Echten Reber Mozart-Kugeln Ludwigstr. 10-12 83435 Bad Reichenhall- Salzburg; www.reber-spezialitaeten.de

Quando estivemos em Salzburg não tinha como não deixar de experimentar os famosos chocolates Heindl Mozart Kugeln, conhecidos como os chocolates de Mozart. Compramos vários tipos, são vendidos em embalagens com diferentes quantidades. Os mais tradicionais são os recheados com creme de avelã, pistache e marzipan (doce árabe feito à base de amêndoas).

chocolate Mozart meu

Foto que tirei quando ganhei de minha sobrinha que fez intercâmbio na Áustria. Quando estivemos lá não registrei nossos chocolates

 

Leca chocolate

Letícia Ventura é uma chocólatra assumida, quando foi à Salzburg visitou a loja

Milka.  Em 2010 a empresa fez uma ação nas ruas de Viena, Bianca Ventura estava fazendo intercâmbio na cidade e me enviou fotos pra mostrar como era o evento.

Bia chocolate

M&M. Os chocolates M&M estão cada vez mais conhecidos e amados. Como as M&M’s Stores  nos Estados Unidos e Europa são pontos turísticos imperdíveis para todas as idades, não poderiam ficar de fora desse post. Seguem algumas fotos de lojas americanas.

Eu MM Vegas

Não resisti e claro que trouxe M&M numa embalagem que serve de souvenir. Strip em Las Vegas

Rebeca Shida chocolate

Rebeca Shida na M&M da Times Square em New York. Compra-se os chocolates no quilo.

Sabrina chocolate

O preferido de Sabrina Mendonça do blog Viajar e Comer

Jacques Torres 66 Water Street, Brooklyn, NY 11201; www.mrchocolate.com

Fundada em 2000 e hoje com vários endereços em  New York, Master Pastry Chef Jacques Torres em 1986 tornou-se o mais jovem chefe de pastelaria a ganhar o prêmio Meilleur Ouvrier de France (Melhor Artesão da França), medalha de pastelaria.

Mirian chocolate Jacques Torres

Mirian Shida foi lá conferir

Chocolate Store 145 Jefferson Street (between Mason St & Taylor St) San Francisco; www.sfchocolatestore.net

São vários endereços na cidade, esse que coloquei fica no coração da Fisherman’s Wharf. Os chocolates e balas ficam expostos em grandes barris. Uma dica é o Choc-Aid que é em formato de Ban-Aid e vem embalado um a um.

Mirian chocholate San Francisco

Dica da Mirian Shida

Jean Philippe Patisserie 3730 S Las Vegas Blvd; www.jpchocolates.com

Com duas lojas, uma no Bellagio e outra no Aria, excelentes hotéis em Las Vegas, a Jean Philippe Patisserie era o sonho de seu chef que chegou os EUA pra chefiar a pastelaria do Bellagio e que atualmente chefia uma equipe de 70 funcionários. No Aria desde 2009 como chefe executivo da pastelaria com uma equipe de 110 funcionários, Jean-Philippe trabalha numa área de 6.000 metros quadrados de onde sai toda a produção pra servir aos 2 hotéis.

Lucimar patisserie Jean Philippe

Lucimar Venturim esteve no Bellagio e registrou a vitrine da Jean Philippe Patisserie

Lucimar chocolate

Léo, filho de Lucimar, divertindo-se com a cascata de chocolate no hotel em Las Vegas


Lugano; www.chocolatelugano.com.br

São vários endereços de lojas e pontos de venda não só em Gramado como em outras cidades nas regiões Sul e Sudeste. Desde 1976 no mercado, ganhou tradição pelo excelente acabamento em chocolates finos.

karla chocolate Gramado

Karla do blog Cariocando por aí enviou o que comprou na Lugano

Sete Colinas Av. Santo Antõnio, 209, Centro – Garanhuns – PE; www.chocolatesetecolinas.com.br

Com 3 endereços, 2 em Garanhuns e 1 em Gravatá, os chocolates Sete Colinas conquistaram o paladar dos turistas que vão à cidade durante o FIG (Festival de Inverno de Garanhuns) que acontece todo mês de julho. Porém durante todo o ano oferece opções de chocolates produzidos com todo carinho. Além do que está à venda aceita encomendas e faz embalagens personalizadas.

Durante o FIG de 2012 houve um Festival Gastronômico na cidade onde um dos ingredientes obrigatórios nas receitas era o chocolate, comi um bolo de tapioca com cobertura de chocolate divino.

Bolo sete colinas chocolate

Nossa, esse ficou grande hein! Mas eu já esperava por isso, o tema é realmente uma paixão ‘mundial’ kkkk.

E pra o próximo pensei em falarmos de feijoada, o que acham? Fotos e dicas de onde encontrar esse prato tão brasileiro por aí? Aguardo contato.

E para acompanhar nossas viagens, nos siga no Facebook,  Instagramtwitter,  YouTube, Pinterest e no Google+.

Para programar sua viagem, veja o que você pode fazer sem sair aqui do blog

Reservar hotel pelo Booking;  Comprar seu seguro viagem com a Seguros PromoAlugar seu carro com a RentCars; Comprar seu chip pré-pago para os EUA e Europa na Easy Sim 4U e fazer câmbio na MelhorCâmbio.


Tags:
·
Categorias:
América do Norte · América do Sul · Áustria 🇦🇹 · Bélgica 🇧🇪 · Brasil 🇧🇷 · Europa · Las Vegas · New York · Onde fui · Salzburg · Viena

Comments

    • Que legal que gostou Karla.

      cynara 10/08/2013 20:45 Responder
    • Sei bem disso Vanessa 🙂

      cynara 10/08/2013 20:46 Responder
    • Fernanda, muito obrigada por complementar o post. Também gostamos muito de comprar chocolates em supermercados, conhecemos alguns em viagens e que só chegaram aqui bem depois da viagem onde o conhecemos, um exemplo foi o Kit Kat.

      cynara 10/08/2013 20:45 Responder

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Guia Para Viajar por Conta Própria

Receba agora gratuitamente em seu email o
eBook "Como Tornar Possível Aquela Viagem
dos Seus Sonhos".

✔️  Como Escolher o Destino da sua Viagem;

✔️  Quando Comprar Suas Passagens;

✔️  Como Reservar Seu Hotel;

✔️  Como Montar um Roteiro de Viagem...

You have Successfully Subscribed!

Pin It on Pinterest

Share This
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
Menu Title